Graus de metástases cerebrais

Muitos tipos de câncer podem levar a metástases cerebrais. Os cânceres com alto risco de câncer cerebral metastático incluem câncer de pulmão, câncer de cólon, câncer de mama, câncer renal e melanoma. Metástases cerebrais dividem-se em vários graus com base na atividade de jaulas.

As metástases cerebrais são o tumor que se originou dentro do outro órgão e as células cancerígenas se espalharam para o cérebro. Geralmente, as metástases cerebrais ocorrem durante o estágio final do câncer primário, porém em algumas condições, como câncer de pulmão, melanoma e câncer renal, o câncer metastatiza para chover em um estágio inicial. O estio de mettases cerebrais determinado de acordo com a extens da disseminao do tumor em diferentes partes do corpo que n o cebro ou se s mettases cerebrais de um sio ou mtiplos locais. Muitas vezes, o câncer de pulmão estágio 4 é metastizado para o cérebro e o prognóstico é muito ruim devido à disponibilidade de tratamento ineficaz. Além disso, o prognóstico da doença e do estádio também é determinado pelo estado neurológico funcional do paciente. A seguir estão os vários graus de tumor cerebral:

Grau I. As células do tumor neste grau são de crescimento lento. A condição pode ser controlada com intervenção cirúrgica.

Grau II. As células do tumor neste grau também são de crescimento lento, mas as chances de voltar após o tratamento são altas.

Grau III As células cancerosas neste grau estão se dividindo rapidamente e não há células mortas presentes. O câncer no grau III requer tratamento agressivo. Sem tratamento agressivo de Grau III, o prognóstico é ruim.

Grau IV. O grau IV é caracterizado pela presença de células em divisão altamente ativas. O tumor tem tecidos mortos e vários vasos sangüíneos são formados dentro do tumor. O tumor grau IV tem a capacidade de se espalhar para outros órgãos.

Os jovens têm prognóstico mais favorável em comparação aos idosos.

Lidando com metástases cerebrais

Lidar com metástases cerebrais é difícil para os pacientes quando sabem que os dias de sobrevivência são limitados. O paciente tem que gerenciar sua saúde mental, física e emocional, pois todos os três são afetados significativamente. A abordagem de tratamento é melhorar a qualidade de vida do paciente e aumentar a expectativa de vida. Além da gestão pelo próprio paciente, o apoio emocional completo deve ser fornecido ao paciente por parentes e amigos. A seguir, as várias estratégias de enfrentamento necessárias para tornar a vida do paciente menos preocupante:

Lidando com dor de cabeça . O câncer se espalhou para o cérebro a partir do site primário tem células ativas e que se dividem rapidamente. As células em divisão causam tumor e são caracterizadas por edema e inflamação no cérebro. Isto leva a dor de cabeça moderada a grave. A dor de cabeça pode ser controlada por esteróides e outros suplementos de ervas.

Lidar com convulsões. O crescimento do tumor interfere no funcionamento normal do cérebro. Isso resulta na geração anormal de impulsos elétricos dentro do cérebro e leva a convulsões. As convulsões podem ser controladas por medicamentos antiepilépticos.

Lidar com o declínio cognitivo. A pessoa com declínio cognitivo fica irritada, o que leva a ansiedade, raiva e confusão. Além disso, o paciente tem pouca concentração e perda de memória. O paciente começa a se sentir socialmente isolado. Essa condição pode ser gerenciada de forma eficaz por meio de medicação e aconselhamento.

Lidar com o estresse. O paciente diagnosticado com metástases cerebrais está sob tremendo estresse. A condição pode ser tratada com medicamentos ansiolíticos ou ansiolíticos. Aconselhamento também deve ser fornecido ao paciente para ajudá-lo a levar uma vida de qualidade.

Reabilitação. A reabilitação cognitiva deve ser fornecida ao paciente para o manejo da saúde física, mental e emocional. A técnica de compensação deve ser fornecida ao paciente para compensar a capacidade perdida. Várias técnicas e exercícios de controle do estresse devem ser aconselhados ao paciente.

Suporte emocional. Nesta fase da vida, o apoio da família e dos amigos é de primordial importância. O apoio emocional ajuda o paciente a ser mais feliz e mais livre de estresse.

Conclusão

O tumor cerebral é dividido em vários graus. À medida que a nota aumenta de grau I para grau IV, as chances de sobrevivência diminuem e o tratamento se torna difícil. A qualidade de vida é reduzida em casos de tumor cerebral de alto grau.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment