Cérebro

Tratamento do Cisto Aracnóide e seu Período de Recuperação, Fatores de Risco, Complicações

Há um debate contínuo sobre a abordagem de tratamento para o cisto aracnoide; A abordagem do tratamento do cisto aracnoide depende principalmente do tamanho do cisto aracnoide e da localização do cisto aracnoide.

Este artigo explica sobre o tratamento do cisto aracnoide, fatores de risco, complicações e período de recuperação do cisto aracnoide.

O tratamento do cisto aracnoide depende do tamanho e da localização do cisto aracnoide. Na maioria dos casos, os cistos aracnóides são detectados incidentalmente, o cisto aracnóide não cresce em tamanho e, portanto, não cria problemas. Assim, a maioria dos profissionais prefere não iniciar nenhum tratamento até que os sintomas comecem a aparecer e prefiram vigiar de perto o cisto aracnoide.

A terapia usada para o tratamento do cisto aracnoide depende de vários fatores, como a ocorrência de sintomas, tamanho do cisto aracnoide e a parte particular do crânio, onde ocorre a formação de cistos aracnóideos.

Os procedimentos terapêuticos seguidos para o tratamento, quando necessário, podem ser feitos por fenestração craniotomia aberta.

Na fenestração de craniotomia aberta para o tratamento do cisto aracnoide, o cirurgião primeiro cria um pequeno orifício no crânio para operar a porção contendo cisto aracnoide. Então ele criaria espaço criando uma abertura para permitir que o líquido cefalorraquidiano (LCR) vazasse para o espaço subaracnóideo, de modo que o fluido pudesse ser facilmente absorvido. Em uma abordagem alternativa, o cirurgião usaria um dispositivo para perfurar o cisto e permitir que o LCR vazasse para a cavidade abdominal ou para o sistema ventricular, de onde o LCR ou o líquido cefalorraquidiano poderiam circular normalmente.

Com o avanço da tecnologia, os procedimentos tradicionais passaram por melhorias significativas usando técnicas endoscópicas e resultaram em cirurgias mais rápidas, seguras e menos complicadas. Até mesmo a recuperação é mais rápida com técnicas tão avançadas. O uso da endoscopia depende do tamanho e localização do cisto aracnoide. As cirurgias endoscópicas tornaram o trabalho mais fácil, seja fenestração ou qualquer outra coisa. Além disso, o fator de risco relacionado à retração e à manipulação cerebral diminuiu significativamente com a endoscopia. No entanto, existem apenas algumas instalações onde você pode aproveitar essas técnicas avançadas envolvendo a colocação de derivação endoscópica, fenestra assistida por endoscópio, ressecção endoscópica de cistos aracnoides etc.

Os cistos aracnóides na medula espinhal podem ser totalmente tratados removendo-se o cisto aracnoide por meio de cirurgia e também finalizando todos os sintomas do cisto aracnoide. Se o cisto aracnoide não puder ser removido completamente por meio de métodos cirúrgicos, a abordagem de fenestração ou desvio é adotada para permitir que o líquido cefalorraquidiano ou líquido cefalorraquidiano vazem para fora. Existem alguns outros tratamentos, que não envolvem cirurgias e são administrados de acordo com os sintomas.

Fatores de Risco para o Cisto Aracnoide

Existem múltiplos fatores de risco para o cisto aracnoide. Os machos são mais propensos a cistos aracnoides quando comparados às fêmeas. No entanto, os relatórios sugerem que todas as faixas etárias e todas as raças são igualmente propensas a cistos aracnóideos, independentemente da localização geográfica. Há mais casos de cistos intracranianos em comparação com cistos aracnoides espinhais. Como os cistos aracnóides não apresentam sintomas claros, o número exato de pessoas que sofrem com esse problema ainda é desconhecido.

No entanto, existem certos fatores que podem torná-lo mais propenso, mas não necessariamente causar cistos aracnóides. Alguns destes fatores de risco para cisto aracnoide são os seguintes:

  • Cérebro ou  tumor da medula espinhal  é um fator de risco para cisto aracnoide.
  • Outro fator de risco para o cisto aracnoide é a cirurgia do cérebro ou da medula espinhal.
  • Ferimento na cabeça.
  • Infecção cerebral, como  meningite  (infecção ou inflamação do saco ao redor do cérebro e da medula espinhal).
  • Sexo masculino.

Complicações no cisto aracnoide

Pode haver complicações no cisto aracnoide. Pode-se evitar os sintomas graves de cistos aracnoides se o problema for detectado precocemente e o tratamento puder ser iniciado a tempo. Em caso de qualquer atraso, o cisto aracnóide começa a crescer e coloca pressão no cérebro e na medula espinhal, o que pode resultar em complicações neurológicas permanentes. Se o cisto aracnoide não for tratado a tempo, pode se tornar grave e até fatal em casos extremos.

As complicações do cisto aracnoide podem ser facilmente evitadas aderindo à rotina de cuidados de saúde adequada que é recomendada pelo seu médico. A seguir, a lista das complicações do cisto aracnoide:

  • A hidrocefalia (acúmulo de líquido no crânio) é uma provável complicação no cisto aracnoide.
  • Convulsões e tremores.
  • Danos nervosos permanentes, incluindo paralisia.
  • Dano cerebral.
  • Não prosperar em bebês e crianças.

Período de Recuperação ou Tempo de Cura para o Cisto Aracnóide

O tempo que um indivíduo precisaria recuperar ou o período de recuperação / tempo de cicatrização para o cisto aracnoide varia completamente de acordo com o tipo de tratamento e não é especificamente definido. O médico pode dizer-lhe um tempo de recuperação aproximado após o exame adequado do cisto. Assim, recomenda-se consultar o médico para quaisquer dúvidas relacionadas à recuperação.

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment