Convulsões E Epilepsia

Causas da convulsão em seu sono e da cura para a crise noturna

A epilepsia é uma condição grave e atender a ela em seus estágios iniciais será de imensa ajuda para qualquer indivíduo. Quando um indivíduo sofre de uma convulsão, ele ou ela experimenta sacudidelas corporais e outras ações, como espasmos, perda de movimento, fala e consciência.

As convulsões podem afetar o processamento do cérebro e produzir sintomas como confusão e falta de consciência devido à funcionalidade anormal das células cerebrais. Os sintomas mudam de um indivíduo para outro. Em poucos casos, convulsões ocorrem apenas durante o sono chamado como epilepsia noturna.

A epilepsia noturna é um ataque de convulsão que ocorre apenas quando uma pessoa está dormindo. O médico classifica o ataque de convulsão como noturno quando a pessoa o experimenta durante o sono. No entanto, existe também a possibilidade de ocorrência de um ataque de convulsão mesmo quando uma pessoa está acordada durante um período que é naturalmente o período de sono.

Pessoas que sofrem de epilepsia noturna podem apresentar condições incomuns. Os sintomas comuns incluem dor de cabeça, incontinência urinária, tensão muscular, fraqueza, lesões nas articulações, tontura e descoberta de que morderam a língua. Há também a chance de o indivíduo se encontrar acordado no chão ou encontrar objetos jogados no chão.

Causas da convulsão no seu sono

A partir de agora, não há causa conhecida de uma convulsão quando você está dormindo. No entanto, neurologistas geralmente ligam a atividade do funcionamento incomum das células cerebrais. Também pode ser devido a tumores cerebrais, lesões na cabeça e níveis reduzidos de oxigênio que chegam ao cérebro. Além disso, casos especiais de convulsões noturnas também podem resultar em condições especiais, como epilepsia mioclônica juvenil, epilepsia do lobo frontal e convulsões tônico-clônicas.

A maioria dos ataques de ataques noturnos ocorre na primeira ou segunda hora depois de dormir. O mesmo também é verdade quando as convulsões acontecem pelo mesmo período antes do despertar. Existe também uma probabilidade de ocorrência do ataque de convulsão após o despertar. Em vez de se repetir durante a noite, a epilepsia noturna também tem a probabilidade de ocorrer durante o cochilo da tarde também!

Como é difícil diagnosticar esta situação, o neurologista considerará todas as opções antes de chegar a uma conclusão. Dependendo puramente dos sintomas expressos pelo paciente será impossível dizer que o indivíduo apresenta sinais de epilepsia noturna. Além disso, será difícil para o médico saber a longevidade dos sintomas no corpo ou o tempo médio de ataque de uma única convulsão.

É possível curar a epilepsia noturna?

Se o médico suspeitar e categorizar o ataque de convulsão como noturno, então é possível curar a doença usando anticonvulsivantes. No entanto, é essencial encontrar o tipo certo de medicação porque é possível que um medicamento anticonvulsivante perturbe todo o padrão de sono da pessoa. Como ciclo de sono regular é essencial, o médico terá que cuidar de fornecer tratamento preciso que irá diminuir os sintomas aumentam as chances de ocorrência de epilepsia noturna.

Como evitar uma convulsão no sono?

Uma medida melhor para evitar a ocorrência de epilepsia noturna ou convulsão no sono é ter uma boa noite de sono. Uma boa noite de sono oferece um corpo que precisava de descanso e a disposição para reconstruir e revitalizar após um dia cansativo. No mesmo momento, também ajudará a melhorar a funcionalidade do cérebro e os impulsos de reação. Também é preferível evitar o uso de dispositivos eletrônicos antes de ir para a cama.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment