Benefícios do óleo de arnica para cabelos saudáveis ​​e seus efeitos colaterais

Para muitas pessoas, problemas de cabelo, como perda de cabelo, cabelos quebradiços, caspa ou quebra de cabelos, são a realidade de suas vidas. Todo mundo que já enfrentou problemas no cabelo sabe que acaba tentando todos os tratamentos capilares que ouvem, mas nada parece funcionar. Nesses casos, você já pensou em experimentar o óleo capilar Arnica? É um remédio herbal diferente, usado como tratamento homeopático para doenças do couro cabeludo, da pele e do cabelo. Arnica é uma erva que também é conhecida como margarida da montanha. Vamos dar uma olhada se o óleo de arnica pode deixar seu cabelo saudável.

A arnica é uma erva que pode ser encontrada na Europa Oriental e na Sibéria e também em alguns lugares do sul da Ásia. Às vezes, também é conhecida como margarida da montanha, e a erva com flor se assemelha frequentemente a margaridas. Esta erva perene pertence à família dos girassóis e produz flores amarelas e alaranjadas durante o horário de verão até o outono.

Alguns dos outros nomes de Arnica incluem:

  • Bane do lobo
  • Margarida da montanha
  • Tabaco de montanha
  • Bane do leopardo

As cabeças de flor da arnica são usadas em muitos medicamentos fitoterápicos e também em medicamentos homeopáticos. (1) O óleo é preparado a partir do processo de extração de CO2 ou através da destilação a vapor das flores de arnica. O óleo é então ainda misturado com outro óleo transportador, geralmente óleo de coco ou azeite, para criar o óleo de arnica comumente disponível que está pronto para uso.

O uso de óleo essencial de arnica na aromaterapia geralmente não é recomendado porque o óleo de arnica puro é poderoso e pode ser tóxico quando inalado.

Benefícios do uso de óleo de arnica para cabelos

Sabe-se que a arnica tem propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias que são altamente benéficas não apenas para os cabelos, mas também para a saúde. Pesquisa publicada no American Journal of Therapeutics confirmou que a arnica ajuda a reduzir a dor causada pela inflamação e também ajuda a diminuir o tempo de cicatrização para qualquer tipo de hematoma inflamado na pele. 2)

Como o óleo de arnica é conhecido por diminuir a inflamação e também ajuda a eliminar os óleos acumulados e ajuda a matar qualquer bactéria presente no couro cabeludo, muitos médicos especialistas acreditam que o óleo de arnica também pode tratar problemas de cabelo e couro cabeludo.

Vamos dar uma olhada nos benefícios do óleo de arnica para problemas de cabelo.

Óleo de arnica e perda de cabelo

Os fios de cabelo que são visíveis no seu couro cabeludo são tipicamente apenas coleções de células mortas. É possível aumentar a vida útil dos cabelos, fortalecendo as proteínas presentes no cabelo e também ajudar a melhorar a saúde dos folículos capilares.

A aplicação tópica de óleo de arnica ajuda a eliminar o óleo de sebo e outros resíduos presentes no couro cabeludo e está bloqueando os folículos capilares. O óleo também ajudará a diminuir a inflamação que é responsável por causar irritação e coceira e leva à perda de cabelo .

No entanto, ainda são necessárias mais pesquisas para entender e estudar esses benefícios potenciais do óleo de arnica para a perda de cabelo. (3)

Caspa e Óleo de Arnica

O óleo de arnica também é um tratamento popular para a caspa. A dermatite seborreica ou a caspa é causada devido à pele seca do couro cabeludo, irritação do couro cabeludo ou até mesmo uma infecção por fungos. A aplicação de óleo de arnica no couro cabeludo ajudará a melhorar a textura do couro cabeludo, revivendo os sintomas de inflamação e coceira .

Extremidades rachadas e óleo de arnica

O óleo de arnica é um poderoso óleo essencial que faz maravilhas no fortalecimento dos fios – desde a ponta até a raiz. O óleo de arnica funciona revestindo todo o fio de cabelo e infundindo proteínas saudáveis ​​nos fios. Isso ajuda a reduzir a aparência das pontas duplas.

No entanto, além de informações anedóticas, há realmente muito pouca evidência para apoiar essa teoria.

Óleo de arnica e envelhecimento prematuro

O envelhecimento prematuro dos cabelos não é algo que você possa evitar. O momento em que seu cabelo começa a ficar grisalho geralmente depende de seus genes e de alguns fatores ambientais.

No entanto, preservar a saúde dos cabelos e, ao mesmo tempo, fortalecer os folículos capilares ajudará a prolongar a vida útil dos fios.

Quando a vida útil dos fios de cabelo é prolongada com a aplicação de óleo de arnica, torna-se possível evitar o envelhecimento prematuro.

Existem efeitos colaterais do uso de óleo de cabelo Arnica?

O uso tópico de óleo de arnica é considerado seguro para a maioria das pessoas, mas pode haver alguns efeitos colaterais.

Pessoas que sofrem de alergia a ambrósia podem ter uma reação alérgica ao usar óleo de arnica. Alguns dos sinais e sintomas desse tipo de alergia podem incluir:

Se você sentir algum destes sintomas após aplicar o óleo de arnica no cabelo ou no couro cabeludo, interrompa o uso do óleo e lave o cabelo imediatamente.
Se ingerida, a arnica pode aumentar sua pressão arterial e também aumentar sua frequência cardíaca. É por isso que você nunca deve ingerir arnica de qualquer forma.

Arnica também não é seguro para mulheres grávidas. De fato, alguns medicamentos homeopáticos fazem uso de arnica para induzir abortos. A arnica também não é recomendada para mães que estão amamentando, e um estudo mostrou que pode causar complicações em recém-nascidos cujas mães ingerem arnica. 4)

Assim como outras ervas, a arnica afeta pessoas diferentes de maneiras diferentes. Assim, enquanto algumas pessoas experimentam efeitos colaterais, outras não. (5)

Conclusão

O óleo de arnica é conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas. Essas propriedades do óleo de arnica fazem com que as pessoas acreditem que esse óleo é um tratamento eficaz para pontas duplas, caspa e até evita o envelhecimento prematuro dos cabelos. Acredita-se que o óleo de arnica ajude seu cabelo a ter uma aparência mais saudável, embora não haja muita pesquisa para fazer backup dessas alegações.

O óleo de arnica é considerado seguro para a maioria das pessoas, mas se você o estiver usando pela primeira vez, é melhor testá-lo primeiro no couro cabeludo antes de começar a aplicá-lo em todo o couro cabeludo e cabelo. Lembre-se de nunca ingerir óleo de arnica.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment