Dieta E Nutrição

O que você pode comer em uma dieta sem graça?

Uma dieta sem graça é uma dieta que contém produtos alimentícios que têm baixo teor de fibra, são macios, cozidos do que crus e não são condimentados. A dieta branda exige que você mantenha longe da carne, alimentos condimentados, legumes contendo conteúdo cítrico e medicamentos como a aspirina. A razão para chamar tal dieta como dieta sem graça é que ela causa um efeito calmante no sistema digestivo. Devido a isso, há uma queda nos ácidos produzidos ou a irritação causada, que automaticamente amortecer a razão subjacente para as causas da doença de refluxo ácido / azia / GERDou outros problemas relacionados com estômago.

Pessoas que foram recentemente submetidas a cirurgia intestinal e aquelas que apresentam sinais de vômitos, náuseas, azia e gases, irão obter resultados positivos, escolhendo a dieta branda. Escolhendo esta dieta ajudará o sistema digestivo a recuperar antes de se tornar pronto para digerir alguns alimentos duros.

O que você pode comer em uma dieta sem graça?

O seguinte é a lista de alimentos que você pode comer na dieta branda para doença de refluxo ácido / azia / GERD ou outros problemas relacionados com o estômago:

  • Produtos lácteos, como leite, isento de gordura ou com baixo teor de gordura.
  • Alimentos cozidos
  • Frutas e vegetais frescos (no entanto, é preferível evitar produtos que contenham citrus)
  • Fatias de pão, massa e bolachas feitas de farinha branca
  • Cereais quentes refinados
  • Carne magra, como peixe, aves e moluscos cozidos no vapor, cozidos, grelhados ou assados
  • Manteiga de amendoim
  • Quindim
  • Ovos (sem gema)
  • tofu
  • Caldo de galinha.

Como as dietas brandas são diferentes da dieta regular?

Como você pode ver na lista mencionada acima, a dieta branda tem ingredientes alimentares que são fontes abundantes de fibras, tanto solúveis quanto insolúveis, juntamente com ferro, magnésio, potássio e nutrientes. Todos esses elementos representam um papel significativo na melhoria da condição do estômago. Em outros termos, o sistema digestivo funciona adequadamente e garante que não haja irritação, o que leva ao desenvolvimento de sensação de azia, vômitos, náuseas ou outros efeitos colaterais.

Em muitos casos, as pessoas que negligenciam os sintomas tendem a desenvolver distúrbios, como doença do refluxo gastro esofágico, úlceras e inflamação do pâncreas. Tudo isso não apenas aumenta a reação ácida no estômago, mas também enfraquece o sistema esofágico inferior, que atua como uma barreira entre a boca e o estômago.

Será que a dieta sem graça causará algum efeito colateral durante o tratamento médico?

Várias pessoas que estão em tratamento médico não precisam se preocupar com dieta leve, pois mostra efeitos colaterais negativos ou efeitos menores. No entanto, o médico vai falar em detalhes sobre a situação e dá uma explicação de como a comida afeta a condição. Todo produto alimentício tem um conteúdo específico de pH, juntamente com os nutrientes, vitaminas e outros minerais essenciais necessários. Para um funcionamento bem-sucedido do corpo, é necessário o combustível adequado, que ele recebe da comida que comemos.

Quando o organismo deixa de receber qualquer um dos requisitos, há uma alteração na funcionalidade devido à reação causada pelo consumo de alimentos duros ou moles. Uma vez que a dieta leve ajusta o caminho digestivo de volta ao normal, você pode começar a comer a comida que você gosta. No entanto, certifique-se de não comer em excesso, comer em um ritmo mais rápido, abusar de álcool, fumar ou ir para alimentos fritos. Todos estes têm um impacto adverso no corpo e destroem o sistema digestivo, trazendo-o de volta ao ponto de partida novamente. Nesses casos, o tempo de recuperação será longo e, em determinadas condições, as chances são zero.

Para manter distância de tais casos e levar uma vida saudável, ajuste a comida que você come e traga mudanças para seu estilo de vida.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment