Quais são os benefícios de saúde dos probióticos?

Probióticos são a nova tendência tomando o mundo pela tempestade nos dias de hoje. Eles são bactérias vivas que dizem ser boas para a saúde digestiva. Seu corpo contém bactérias boas e más. Os probióticos são conhecidos por serem as bactérias “boas” que ajudam a manter a saúde do seu intestino. Probióticos podem ser encontrados no iogurte, alimentos fermentados e em certos suplementos também. Médicos nos dias de hoje, muitas vezes sugerem que você consome probióticos, a fim de obter alívio dos problemas digestivos. Mas, existem outros benefícios para a saúde de consumir probióticos além de promover uma melhor saúde digestiva? Vamos dar uma olhada nos benefícios para a saúde dos probióticos.

Existem muitos tipos diferentes de probióticos disponíveis no mercado. Isso significa que nem todos os probióticos são os mesmos, pois diferentes tipos de bactérias são conhecidos por terem efeitos diferentes no corpo. Por exemplo, uma determinada linhagem de bactérias pode ajudar a proteger o corpo contra microorganismos causadores de cavidades que são encontrados na boca, enquanto outro pode ajudar a restaurar o equilíbrio natural de suas bactérias intestinais.

Estudos têm mostrado resultados extremamente positivos e hoje os médicos promovem ativamente o consumo dessas bactérias. Alguns dos benefícios dos probióticos que foram observados durante os ensaios clínicos e outros estudos de investigação para a prevenção ou no tratamento das seguintes condições:

  • Síndrome do intestino irritável
  • Doença de Crohn
  • Diarréia
  • Colite ulcerativa
  • H. pylori – a bactéria que causa úlcera
  • Infecções do trato urinário
  • Infecções vaginais
  • Eczema (somente em crianças)
  • Pouchitis – um efeito colateral da cirurgia de remoção de cólon
  • Pára a recorrência de alguns tipos de câncer, particularmente câncer de bexiga

Vamos agora dar uma olhada em alguns benefícios específicos desses probióticos.

Probióticos equilibram as bactérias intestinais

Este é talvez um dos fatos mais conhecidos sobre probióticos. Os probióticos incluem bactérias boas e úteis que estão vivas e fornecem vários benefícios à saúde quando você as consome. A razão pela qual os probióticos são tão benéficos para o corpo é porque eles restabelecem o equilíbrio natural das bactérias presentes no seu intestino.
Quando consumimos muita junk food ou alimentos processados, isso acaba causando um desequilíbrio entre as boas bactérias e as bactérias ruins em nosso intestino. Além de uma dieta pobre, este desequilíbrio de bactérias intestinais também pode ocorrer devido a certos medicamentos, como antibióticos, ou até mesmo devido a uma doença.

O que acontece quando as bactérias intestinais se desequilibram? Quando isso acontece, pode causar vários problemas no corpo, como obesidade, problemas de saúde mental, diferentes tipos de alergias, incluindo alergias alimentares e, claro, uma grande variedade de problemas digestivos.

Quando os probióticos são tomados, eles ajudam a restaurar o equilíbrio natural das bactérias presentes em seu intestino, equilibrando as bactérias boas e ruins aos seus níveis naturais.

Os probióticos são geralmente encontrados em alimentos fermentados, como iogurtes, e podem até ser tomados como suplementos. Estudos mostraram que os probióticos são considerados seguros para o consumo da maioria das pessoas.

Probióticos Aumentam os Níveis de Vitaminas

Estudos mostraram que o consumo diário de bactérias L. acidophilus (comumente encontradas em probióticos), tem uma melhora significativa nos níveis de vitamina B12 e também nos níveis de folato em crianças. Outro estudo mostrou que o consumo da bactéria L. reuteri aumenta os níveis de vitamina D3 na corrente sanguínea em quase 26%. L. reuteri também produz cobalamina, ou vitamina B12, no corpo. A bactéria L. plantarum, por outro lado, ajuda o corpo a produzir ácido fólico e riboflavina, comumente referido como vitamina B2.

O L. reuteri pode ser encontrado no sourdough, enquanto o S. plantarum é freqüentemente isolado do leite de vaca cru.

Outra bactéria comumente usada encontrada nos probióticos, L. cerevisiae, é conhecida por ser outra grande fonte alimentar de folato.

Vários estudos mostraram consistentemente que o consumo diário de probióticos aumenta os níveis de vários tipos de vitaminas e minerais no corpo e são considerados extremamente benéficos para o corpo.

Benefícios dos probióticos no aumento dos níveis de minerais

Existem muitas cepas de probióticos que ajudam a aumentar os níveis de minerais no corpo. Por exemplo, L. helveticus é conhecido por aumentar os níveis de cálcio no sangue em idosos e até em mulheres na pós-menopausa.

S. cerevisiae é conhecido por aumentar a taxa de absorção de zinco, ferro, fósforo e magnésio.

Similarmente, sabe-se que a estirpe de bactéria L. fermentum estimula a biodisponibilidade de fósforo, zinco e cálcio em certos tipos de leite de cabra fermentado. Mesmo o leite fermentado que contém a variedade de bactérias L. plantarum aumenta a retenção de cálcio.

Probióticos e diarréia

Os probióticos são conhecidos por serem benéficos na prevenção e no tratamento da diarréia. A diarreia é frequentemente um efeito colateral comum do consumo de antibióticos. Como uma pessoa toma antibióticos, ela afeta e muitas vezes causa um desequilíbrio nas bactérias intestinais, interrompendo os níveis de bactérias boas e ruins.

Muitos estudos mostraram que o uso de probióticos ajuda a reduzir o risco de contrair diarreia causada por antibióticos. Por exemplo, um estudo mostrou que o consumo de probióticos ajuda a reduzir a incidência de diarreia relacionada a antibióticos em mais de 40%.

Isso não quer dizer que os probióticos só ajudam na diarréia associada a antibióticos. Eles também podem ser benéficos em outros tipos de diarréia que não são causados ​​por antibióticos. Uma revisão de mais de 35 estudos mostrou que alguns tipos de probióticos também diminuem o risco de diarréia do viajante, diminuem a duração da diarreia infecciosa e também reduzem o risco de diarréia por qualquer outra causa em adultos e crianças.

O único fator a ter em mente é que a eficácia da prevenção e do tratamento da diarréia depende do tipo e da dose do probiótico que você está tomando.

Foi observado que as estirpes de Lactobacillus casei, Lactobacillus rhamnosus e até a levedura Saccharomyces boulardi são mais eficazes na redução do risco de diarreia.

Probióticos e Saúde Mental

A razão pela qual os probióticos são considerados benéficos em condições de saúde mental é porque sua saúde intestinal tem uma ligação direta com sua saúde mental e seu humor. De fato, vários estudos mostraram que, se a sua bactéria intestinal é equilibrada, ela pode melhorar muitos tipos de distúrbios mentais. Mesmo suplementos probióticos podem ajudar nas condições de saúde mental.

Um total de 15 estudos feitos em humanos descobriu que se você suplementar sua dieta com cepas de bactérias Bifidobacterium e Lactobacillus por apenas dois meses, ela pode ter uma melhora profunda em sua depressão, ansiedade, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), autismo e até mesmo melhora sua memória.

Benefícios dos probióticos também foram observados em um estudo que consiste em 40 pacientes de depressão.

Muitos estudos demonstraram que, se você toma probióticos ou mesmo suplementos probióticos por apenas algumas semanas, diminui os níveis de depressão e também reduz os níveis de proteína C-reativa no organismo. Proteína C-reativa é um importante marcador de inflamação no corpo. Os probióticos também são conhecidos por reduzir os níveis de hormônios, como a insulina.

Probióticos e Benefícios para a Saúde Vaginal

Probióticos foram mostrados para ter vários benefícios na manutenção da saúde urogenital. Semelhante ao trato intestinal, a vagina também precisa manter um equilíbrio delicado de bactérias boas e ruins. Quando qualquer cepa de lactobacilos está presente na vagina, ela torna o ecossistema muito ácido para que outras bactérias ou vírus prejudiciais sobrevivam lá.

No entanto, semelhante ao seu intestino, muitos fatores, como pílulas anticoncepcionais, antibióticos, espermicidas, etc., podem escapar do equilíbrio do ecossistema vaginal.

O consumo de probióticos ajuda a restaurar o equilíbrio de bactérias presentes no trato vaginal. Esse equilíbrio é necessário para evitar alguns problemas urogenitais comuns em mulheres, como infecções fúngicas, infecções do trato urinário, vaginose bacteriana e outras.

Enquanto o tratamento de infecções do trato urinário com probióticos ainda está em estudo, tem sido visto que o consumo de probióticos tem um impacto global positivo sobre a saúde vaginal em mulheres.

Probióticos e seu coração

Alguns tipos de probióticos são conhecidos por ajudar a melhorar a saúde do seu coração. Isso é possível devido ao fato de que os probióticos diminuem o nível de LDL ou colesterol ruim e também controlam a pressão arterial.

Um estudo foi realizado pelo Departamento de Microbiologia da University College Cork, na Irlanda, que observou muitas estirpes de bactérias produtoras de ácido láctico. O estudo descobriu que essas cepas de bactérias podem reduzir com sucesso os níveis de colesterol ao quebrar a bílis no próprio intestino. Feito principalmente de colesterol, a bile é produzida naturalmente pelo corpo humano para ajudar no processo de digestão.

Cerca de cinco estudos diferentes também descobriram que o consumo de iogurte probiótico por 3 a 6 semanas reduz o nível de colesterol total em quase 4%. Também reduz os níveis de colesterol LDL em 5%.

Outro estudo, no entanto, não encontrou quaisquer alterações nos níveis de colesterol LDL ou colesterol total após ter probióticos. No entanto, encontrou um ligeiro aumento nos níveis de colesterol bom, ou colesterol HDL, no corpo.

No entanto, tenha em mente que para experimentar qualquer benefício substancial nos níveis de colesterol, você deve consumir probióticos por pelo menos 8 semanas, e a ingestão deve ser em torno de 10 milhões de UFCs (unidades formadoras de colônias) todos os dias.

Probióticos podem se beneficiar de eczema e alergias

Estudos descobriram que o consumo de certos probióticos ajuda a diminuir a gravidade de certas alergias e eczema em crianças. Foi observado durante um estudo que houve uma melhora nos sintomas do eczema em bebês e crianças que receberam leite que foi suplementado com probióticos. Ainda outro estudo mostrou que as mulheres que tomaram probióticos durante a gravidez, seus filhos tiveram um risco significativamente menor de obter eczema durante os primeiros anos de sua vida.

No entanto, embora alguns estudos tenham mostrado o benefício dos probióticos no eczema e nas alergias, pesquisas adicionais ainda são necessárias para estabelecer com firmeza como os probióticos ajudam no eczema e nas alergias.

Conclusão

Probióticos definitivamente têm muitos benefícios conhecidos não apenas para a saúde digestiva, mas para manter a saúde geral também. Probióticos são encontrados em muitos alimentos, especialmente iogurte, e também estão disponíveis na forma de suplementos. Leite e iogurtes tendem a conter culturas probióticas vivas, enquanto cápsulas, comprimidos e pós contêm as bactérias probióticas em uma forma seca.

É importante lembrar que certos probióticos podem realmente ser destruídos pelo ácido presente em nosso estômago antes que eles consigam chegar ao intestino. Nesse caso, você não se beneficiará dos probióticos. É por isso que é importante consumir probióticos em quantidades adequadas para que você possa obter o máximo benefício deles.

Leia também:

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment