Dieta E Nutrição

Tipos de sal e como eles afetam sua saúde

Ao longo dos anos, o debate sobre se devemos usar o sal ou não se enfureceu. Nos últimos tempos, diferentes tipos de sal se tornaram extremamente populares. Já não é fácil decidir entre usar sal de mesa simples iodado ou escolher entre a outra gama de sais disponíveis. O sal é uma parte importante de todas as refeições. Sem a adição de sal, as nossas refeições teriam um sabor agradável e sem sabor. O que é importante entender é que nem todo sal é o mesmo. Existem agora muitos tipos de sal que você pode escolher. Todas estas variedades não só têm um sabor diferente, mas também diferem na sua textura. Há também uma diferença no teor de sódio e minerais. Hoje, analisamos esses diferentes tipos de sal e como eles afetam sua saúde.

  1. Sal de mesa iodado

    A forma mais comumente encontrada de sal é o sal de cozinha iodado. Isso pode ser encontrado na maioria das cozinhas em todo o mundo. A maneira em que sal iodado de mesa ajuda a sua saúde é que o presente de iodo ajuda na prevenção de bócio, que ocorre devido a uma deficiência de iodo no organismo. No entanto, a desvantagem é que, como a maioria dos outros tipos de sal, o sal de mesa iodado também é rico em teor de sódio. Consumir altos níveis de sódio vai aumentar o risco de doenças cardíacas e pressão alta. Além disso, sal de mesa também não é considerado o tipo mais saudável de sal, pois é branqueada e desprovida de oligoelementos. Muitos médicos afirmam que o sal de cozinha iodado, que é uma versão altamente refinada do sal, causa muitas condições de saúde relacionadas ao sódio. Sal não refinado, por outro lado, é conhecido por curar o corpo ao invés de prejudicá-lo.

  2. Sal marinho

    Nos últimos anos, o sal marinho cresceu em popularidade. Este tipo particular de sal vem dos oceanos e depois passa por um processo de evaporação que separa o sal da água. O sal marinho contém pequenas quantidades de iodo natural, embora os níveis não sejam tão altos quanto o sal iodado. O sal marinho é também uma versão menos refinada do sal em comparação com o sal de mesa. Está disponível em variedades grossas e finas para permitir que os usuários escolham de acordo com seu gosto. O sal marinho é considerado uma excelente opção de sal não refinado. No entanto, a crescente poluição nos oceanos tornou-se uma preocupação para muitos quando se trata de usar sal marinho. Portanto, os especialistas sugerem que é bom estar ciente da presença de poluentes no sal marinho e, portanto, equilibrar seu consumo, combinando-o com outros sais ligados à terra. Muitas pessoas tendem a preferir usar sal marinho, pois é menos moído do que o sal comum, adicionando assim um sabor mais potente à comida, em comparação com o sal refinado. O sabor do sal marinho também é afetado pelos minerais encontrados no mar também.

  3. Sal rosa do Himalaia

    Colheita principalmente no Paquistão, sal do Himalaia tem vindo a crescer em popularidade no dia a dia. Este tipo de sal é geralmente de cor rosa, pois contém vestígios de óxido de ferro. Ele também contém pequenas quantidades de ferro, cálcio, magnésio e potássio, tornando-o extremamente benéfico para a saúde. Sal rosa do Himalaia também tem um menor teor de sódio, em comparação com o sal de mesa iodado regular. Alguns especialistas também afirmam que o sal rosa do Himalaia contém todos os 84 oligoelementos essenciais que são requeridos pelo corpo humano. Sal rosa é conhecido por ter muitos benefícios para a saúde, como a promoção de níveis saudáveis ​​de açúcar no sangue no corpo, reduzindo cãibras musculares e aumentando o pH de suas células para um nível saudável. De todos os tipos de sal, o sal rosa do Himalaia é provavelmente um dos sais mais saudáveis ​​do mundo. Enquanto muitas pessoas tendem a preferir o sabor do sal do Himalaia, há muitos que afirmam que não há diferença perceptível no sabor deste sal versus qualquer sal comum. A principal diferença parece estar na cor do sal, que acrescenta uma pitada de cor à refeição que está sendo cozida se salpicada de cima.

  4. Sal Kosher

    Extremamente popular na religião judaica, o sal kosher recebe esse nome devido à sua popularidade entre os judeus. De acordo com a lei judaica, qualquer carne consumida deve ter o sangue extraído ou retirado antes de ser comido. O sal kosher é conhecido pelo seu grande tamanho de flocos e tem uma estrutura grossa e escamosa. Diz-se que o sal kosher é eficiente na extração do sangue da carne. Muitos chefs acham que o sal kosher é mais fácil de usar, já que, devido ao seu grande tamanho, pode-se pegá-lo facilmente e polvilhar a comida. Devido à sua textura, este sal é conhecido por ter um sabor completamente diferente. No entanto, uma vez que este sal se dissolve na comida, o sabor torna-se semelhante ao do próprio sal de mesa iodado. De muitas maneiras, O sal kosher é semelhante ao sal de cozinha iodado porque ambos são provenientes de água do mar evaporada ou de depósitos subterrâneos de minas. Existe uma menor chance de sal kosher conter quaisquer aditivos, como iodo e antiaglomerantes.

  5. Sal grisalho ou sal marinho celta

    Popular na França, o sal cinza ou sal marinho celta é colhido na Grã-Bretanha, na França. Ele é chamado de sal cinza, pois obtém sua cor do barro de onde é colhido. Sal cinza é encontrado em argila natural e areia. Essa combinação torna o sal úmido e rico em minerais. Mesmo depois da colheita, o sal cinza tende a reter seus níveis de umidade. Este tipo de sal é considerado altamente benéfico na restauração do equilíbrio eletrolítico do corpo. Ele também tem propriedades alcalinizantes e é conhecido por prevenir cãibras musculares. No entanto, devido ao processo intensivo envolvido na colheita de sal cinza e a quantidade de raking manual que é feita para recuperá-lo, o sal é bastante caro em comparação com outros tipos de sais.

  6. Flor do sal

    Fleur de sel ou flor do sal é geralmente usado como um sal de acabamento. É um dos sais mais caros disponíveis no mundo e é colhido ao longo da costa da França. Sal cinza e este tipo de sal são frequentemente colhidos manualmente nas mesmas piscinas. Uma razão pela qual esse sal é tão caro se deve ao fato de que, de cada 40 quilos de sal cinza que serão produzidos, apenas 1 a 2 quilos desta delicada flor do sal são colhidos. É leve e escamosa na textura e altamente valorizada entre os chefs. Não é realmente conhecido por benefícios para a saúde e é simplesmente considerado um sal marinho rico em minerais e de alto preço que tem um sabor extremamente delicado.

  7. Sal de Lava Negra

    O sal negro de lava recebe sua cor preta da alta quantidade de carvão ativado que possui. Colhido no Havaí, o sal de lava negra é vulcânico e não refinado. Considera-se ser muito benéfico na remoção de toxinas do corpo e para a digestão também. A adição deste sal preto aos pratos adiciona um contraste de cor aos pratos. Outro tipo de sal negro, conhecido como kala namak, é originário da Índia, mas na verdade é de cor rosa. Este sal negro é conhecido por ser rico em teor de enxofre e até mesmo gosto sulfúrico. Ambos os tipos de sais pretos são altamente valorizados e ambos são considerados ótimos para a digestão.

  8. Sal vermelho

    Também originário do Havaí, o sal vermelho é colhido quando o sal fica preso em poças de marés e se mistura com um tipo de argila havaiana chamada alaea. Depois que a água evapora, o sal fica preso nas poças de marés. Sal vermelho é conhecido por ter a maior concentração de todos os minerais essenciais, particularmente ferro. Se você sofre de baixos níveis de ferro, então adicionar sal vermelho à sua dieta é uma boa idéia de aumentar naturalmente seus níveis de ferro.

  9. Sal em conserva

    Este tipo de sal é geralmente usado para fermentação ou decapagem. É semelhante em valor nutritivo como sal de mesa regular, mas não contém nenhum iodo.

  10. Sal Orgânico

    Agora, este é um sal que é preciso ter cuidado com o uso. Nenhum governo em todo o mundo realmente certificou qualquer sal para ser orgânico. No entanto, existem muitas organizações independentes que estão classificando alguns sais como sendo orgânicos com base nas condições em que são colhidos. Fatores que são considerados antes de declarar o sal como sendo orgânico incluem:

    • Pureza da água
    • Limpeza da cama de sal
    • Manipulação do sal através dos muitos procedimentos

    Tenha em mente que nenhuma quantidade de classificação orgânica vai afetar o valor nutricional do sal e muitas marcas não são iodadas. Há alguns que são iodados, mas você deve verificar o rótulo para descobrir as especificações exatas.

  11. Sal azul persa

    Colhido de um lago salgado no Irã, o sal azul persa é conhecido por ser rico em conteúdo mineral e ter um sabor levemente adocicado. A cor azul do sal vem da compressão natural da estrutura do sal. É conhecido por ser um dos sais mais raros do mundo e vem novamente com um alto preço.

  12. Sal fumado

    Não existe mais ou nenhum valor nutricional do sal fumado em comparação com qualquer sal marinho normal. Sais defumados são simplesmente sais marinhos comuns que foram defumados sobre uma camada de carvão a baixas temperaturas. Isso dá um sabor esfumaçado aos cristais de sal, junto com uma cor acastanhada ou cinza. O sabor é apreciado em muitos pratos, mas o sal como nenhum benefício extra para a saúde além do que é geralmente associado ao sal marinho.

  13. Pouco sal

    Este é um tipo de sal que é fabricado com 50% de cloreto de potássio e 50% de cloreto de sódio. Algumas pessoas preferem este tipo de sal, pois tem menor teor de sódio, em comparação com o seu sal de mesa regular. Você deve verificar o rótulo do sal para determinar se ele é iodado ou não.

Conclusão

Existem muitos tipos diferentes de sais disponíveis em todo o mundo. No entanto, todos geralmente têm algum nível de sódio neles. Se você está com medo do nível de sódio em seu sal, então mudar para um substituto do sal ou reduzir o sal adicionado é uma boa idéia. Você também pode adicionar outras ervas e especiarias para dar um sabor diferente à comida. Tenha sempre em mente que você deve procurar iodo e potássio em seu sal. Estes são os dois nutrientes mais importantes que você precisa considerar ao alternar entre os sais. O iodo é um nutriente crucial que você precisa através do sal ou adicionado de alguma forma à sua dieta. O potássio também é encontrado em muitos substitutos do sal. Para pessoas que sofrem de certas condições de saúde, como doença renal, é importante que você consulte o seu médico antes de decidir trocar de sais. No geral,

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment