Doença Vascular

Síndrome da Veia Cava Inferior: Causas, Sintomas, Tratamento

A Síndrome da Veia Cava Inferior é uma condição patológica caracterizada por obstrução ou bloqueio da veia cava inferior que transporta o sangue das extremidades inferiores para o coração. Esta condição é vista principalmente em mulheres grávidas e a veia fica obstruída como resultado do feto em crescimento.

Alguns dos principais sintomas da Síndrome da Veia Cava Inferior são hipotensão e tontura , especialmente quando se está deitado de costas. Deitada no lado esquerdo alivia os sintomas. A gravidez também interrompe o fluxo livre de sangue das extremidades inferiores de volta ao coração. Há também redução do débito cardíaco durante a gravidez, que também é uma das razões para a Síndrome da Veia Cava Inferior.

A compressão menor da veia cava inferior é uma ocorrência comum durante a gravidez e não é uma condição para se preocupar, mas o tratamento seria necessário se os sintomas persistissem mesmo após a entrega da criança para a Síndrome da Veia Cava Inferior.

O que causa a síndrome da veia cava inferior?

Como afirmado, a Síndrome da Veia Cava Inferior é basicamente causada por obstrução ou bloqueio da veia cava inferior, que transporta sangue das extremidades inferiores para o coração. A principal causa desta condição é a gravidez e, portanto, é encontrada normalmente em mulheres. Durante a gravidez há um aumento do útero devido ao feto em crescimento, que resulta em compressão ou bloqueio da veia cava inferior, resultando no desenvolvimento da Síndrome da Veia Cava Inferior.

Um coágulo sanguíneo nesta veia é ainda outra causa para o indivíduo desenvolver Síndrome da Veia Cava Inferior. O carcinoma de células renais também demonstrou causar Síndrome da Veia Cava Inferior. O tumor comprime a veia cava inferior, resultando em menor fluxo sanguíneo através desta artéria para o coração.

Uma síndrome da veia cava inferior é mais vista no terceiro trimestre da gestação, quando uma mulher tem maior probabilidade de desenvolver coágulos sanguíneos e tumores. Além disso, indivíduos com histórico de transplante hepático ou em diálisetambém estão predispostos à Síndrome da Veia Cava Inferior.

A Síndrome da Veia Cava Inferior não é uma doença comum e há cerca de 10 em 100.000 casos por ano somente nos Estados Unidos. Deve-se notar aqui que, embora esta condição seja observada durante a gravidez, nem todas as mulheres grávidas desenvolvem a Síndrome da Veia Cava Inferior.

Quais são os sintomas da síndrome da veia cava inferior?

O edema periférico é a principal característica da Síndrome da Veia Cava Inferior. Este edema é causado devido ao aumento repentino de pressão nas veias. Taquicardia é outro sintoma da Síndrome da Veia Cava Inferior. Hipotensão também é observada em indivíduos com Síndrome da Veia Cava Inferior que é acompanhada por sintomas como tontura, aumento da sudorese e náusea. Em alguns casos, os indivíduos também experimentam espasmos musculares e hipóxia como resultado da Síndrome da Veia Cava Inferior.

Como é tratada a síndrome da veia cava inferior?

Chegando aos tratamentos da Síndrome da Veia Cava Inferior, casos em que a gravidez é responsável pela compressão e obstrução da Veia Cava Inferior, os sintomas se resolvem após a entrega do bebê.

Nos casos em que o tumor é responsável pela condição, o tratamento da condição com radiação e quimioterapia pode reduzir os sintomas da Síndrome da Veia Cava Inferior.Se um coágulo de sangue está causando a condição, então a dissolução do coágulo através de medicamentos ou cirurgicamente é a metodologia preferida para tratar a Síndrome da Veia Cava Inferior.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment