Estômago

7 maneiras de prevenir intoxicações alimentares

A intoxicação alimentar pode ter um impacto drasticamente negativo na saúde e a recuperação de uma intoxicação alimentar é um caminho difícil, considerando os sintomas traumáticos como vômitos e diarréia. Casos extremos de intoxicação alimentar também resultaram em mortes, e é por isso que é de suma importância evitar o envenenamento alimentar em todos os momentos. Evitar e prevenir a intoxicação alimentar é fácil quando se escolhe estar consciente do que entra na boca de todos os tempos. Isso inclui tomar certas medidas de conscientização que são simples e proporcionam ótimos hábitos de higiene pessoal. Leia mais para saber mais sobre as principais formas de prevenir o envenenamento alimentar.

# 1. Lave as mãos para evitar intoxicação alimentar

Cozinhar é um processo delicado e, muitas vezes, requer certos padrões de higiene para garantir uma alimentação saudável e prevenir intoxicações alimentares. Uma maneira muito simplista de evitar intoxicação alimentar é lavar as mãos como e quando necessário durante o cozimento. Ao usar suas mãos para preparar comida; tenha o cuidado de lavar as mãos antes e depois de cozinhar. Tocar alimentos com as mãos sujas certamente fará você e as pessoas que você cozinhar vulneráveis ​​a várias formas de intoxicação alimentar, sem contar as múltiplas doenças bacterianas que são transmitidas através de mãos não lavadas. Além disso; é preciso ter certeza de lavar as mãos antes de comer o tempo todo para evitar intoxicação alimentar.

# 2. Utensílios Limpos para Prevenir Intoxicação Alimentar

Comer em utensílios limpos ou transferir os alimentos cozidos para limpar os utensílios é de suma importância se você deseja evitar a intoxicação alimentar. Enquanto os seus pratos podem parecer limpos na superfície, mesmo depois de pendurarem no seu tabuleiro de utensílios ou de se deitarem nos seus armários durante algum tempo, pó e sujidade que não são visíveis a olho nu estão frequentemente presentes na superfície e podem levar a um ligeiro, mas inconveniente ataques de intoxicação alimentar.

# 3. Lavar frutas e verduras para evitar intoxicação alimentar

Lavar frutas e verduras antes do consumo é muito importante se você deseja evitar a intoxicação alimentar. As frutas e verduras frequentemente atraem fungos e bactérias, que se prendem à superfície junto com inseticidas, pesticidas e fertilizantes que são comumente usados ​​em fazendas de grande escala. A falta de lavagem de frutas e verduras antes do consumo pode expô-lo a todos esses agentes nocivos e causar intoxicação alimentar.

# 4. Identificando Alimentos Expirados ou Apodrecendo para Prevenir Intoxicação Alimentar

A comida começa a apodrecer até certo ponto, onde começa a emitir um fedor pútrido; em que ponto frequentemente colocamos itens alimentares no lixo. No entanto, é preciso ter cuidado para identificar os primeiros sinais de podridão. Descoloração suave de suas frutas e legumes são ótimos indicadores de podridão. Um acúmulo sutil de branco na superfície dos alimentos é indicativo de crescimento de fungos. Os alimentos embalados são rotulados com datas de validade, o que facilita a identificação de alimentos pré-embalados que não são adequados para o consumo. A carne que foi refrigerada por vários dias deve ser evitada para evitar intoxicação alimentar.

# 5. Cozinha adequada é uma obrigação para prevenir intoxicações alimentares

A carne e o peixe devem ser cozinhados adequadamente a temperaturas apropriadas para garantir que você não esteja se expondo ou a seus familiares a intoxicação alimentar. Carne e peixe que foram insuficientemente cozidos são dois dos principais culpados pela intoxicação alimentar na forma de salmonela.

# 6. Dicas de armazenamento de geladeira para evitar intoxicação alimentar

Medidas simples, como a maneira como você armazena alimentos em sua geladeira, podem evitar, em grande parte, a intoxicação alimentar. Alguns desses métodos, que você deve seguir ao armazenar alimentos na geladeira para evitar intoxicação alimentar, estão listados abaixo:

  • Lavar frutas e verduras antes de guardá-las na geladeira é sempre uma boa ideia para prevenir intoxicações alimentares.
  • Carnes e peixes crus são melhor armazenados em seu freezer para evitar intoxicação alimentar.
  • Certifique-se de manter seu refrigerador a temperaturas abaixo de 5 ° C em todos os momentos para garantir que a intoxicação alimentar seja mantida à distância.
  • O enchimento excessivo da sua geladeira é uma má idéia, pois impede a circulação adequada de ar frio e afeta a preservação dos alimentos, o que leva à intoxicação alimentar.
  • Enquanto você não pode armazenar refeições quentes em sua geladeira; não se esqueça de refrigerar toda a comida rapidamente antes de transferi-los para a geladeira. Não deixe a comida ficar por muito tempo depois de ter esfriado, pois isso pode causar intoxicação alimentar.

# 7. Dicas de manutenção da cozinha para prevenir intoxicações alimentares

Certas medidas que governam a maneira de limpar e manter a sua cozinha podem, em grande medida, impedir a intoxicação alimentar. Alguns deles estão listados abaixo.

  • Limpe seu balcão da cozinha completamente e com a maior freqüência possível; idealmente depois de cada vez que você cozinhar uma refeição. Isso ajuda muito na prevenção de intoxicação alimentar.
  • Mantenha o interior do micro-ondas sempre limpo para evitar intoxicação alimentar.
  • Certifique-se de limpar ferramentas de cozinha, como luvas, batedores de ovos, pinos e tábuas de cortar, entre outras tantas vezes quanto possível, como usá-los impuros pode facilmente se tornar uma das principais causas de intoxicação alimentar.
  • Limpe os armários de cozinha e as unidades de armazenamento com a maior frequência possível para evitar intoxicação alimentar.
  • Evite recipientes metálicos corrosivos para armazenamento de temperos e ingredientes comuns da cozinha e, conseqüentemente, evite envenenamento por metais juntamente com intoxicação alimentar.
  • Evite limpadores de cozinha com alto conteúdo químico e recorra a métodos de limpeza naturais, como spray de vinagre de maçã que pode efetivamente limpar os topos de trabalho e cozinhar os topos sem expô-lo a substâncias químicas nocivas.
  • Mantenha panos de lavagem, panos de prato o mais limpo possível e substitua-os regularmente.
  • Sua velha esponja de lavar louça é um centro de bactérias e fungos e pode transferi-los para os utensílios em que você armazena ou come alimentos. Substitua-os o mais regularmente possível para evitar intoxicação alimentar.

Conclusão

Em conclusão; Medidas simples de higiene e conscientização podem reduzir drasticamente os casos de intoxicação alimentar. Além disso; enquanto você pode ter um grau de controle sobre a comida caseira, procure por avaliações em restaurantes e lanchonetes para garantir que não haja indicação de negligência quanto aos padrões de segurança alimentar, que são a principal fonte de intoxicação alimentar.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment