Dor Abdominal

Massa Retroperitoneal ou Tumor: Tipos, Sinais, Sintomas, Investigações – MRI, Biópsia Guiada por TC

O espaço atrás do peritônio na cavidade abdominal é conhecido como espaço retroperitoneal ou retroperitônio. Os órgãos retroperitoneais são cobertos anteriormente (na frente) pelo peritônio e posteriormente pela parede posterior (posterior) do abdome. O espaço retroperitoneal divide-se em para cima e abaixa o espaço zabryushinny. Órgãos e vísceras estão confinados em um dos dois espaços retroperitoneais ou em todo o espaço retroperitoneal superior e inferior, conforme descrito abaixo.

A. Órgãos do Espaço Retroperitoneal Superior

uma. Sistema urinário

  • Rim
  • Uréter
  • Glândula Supra-Renal

b. Sistema digestivo

  • Extremidade inferior do esôfago
  • Extremidade inferior do duodeno
  • Pancrease – Cabeça, Pescoço e Cauda do Pancrease.

B. Órgão do Espaço Retroperitoneal Inferior

Sistema urinário-

  • Bexiga urinária.

C. Órgãos e tecidos ocupam todo o espaço retroperitoneal (superior e inferior)

uma. Sistema circulatório-

  • Aorta Abdominal e Ramos.
  • Veia Cava Inferior e Ramos.
  • Vasos do rim, mesentério, pâncreas e bexiga.

b. Sistema digestivo-

  • Cólon Ascendente e Descendente

c. Sistema nervoso-

  • Nervo Espinhal e Plexo Nervoso
  • Nervos Simpáticos

d. Sistema linfático

  • Gânglios linfáticos
  • Vasos linfáticos

e. Tecido adiposo ou tecido adiposo

f. Músculos paravertebral

g. Nervo Espinhal e Plexo Nervoso

Quais são os tipos de massa ou tumor retroperitoneal?

As doenças retroperitoneais e os tipos de massa retroperitoneal ou tumor são os seguintes:

A. Hematoma retroperitoneal

  • Lesões Causadas por Acidente – Lesões da região lombar após acidente de trabalho ou acidente de automóvel podem causar hematoma retroperitoneal.
  • Lesões Causadas por Queda – Outras causas de hematoma retroperitoneal são lesões esportivas, queda doméstica ou sangramento pós-operatório.
  • Sangramento Pós-Cirúrgico – Sangramento após cirurgia de rim, pâncreas ou cólon.

B. Abscesso Retroperitoneal

  • Lesão Penetrante – Infecção de lesão penetrante da parte inferior das costas, como lesão por faca ou ferimento por arma de fogo, causa formação de abscesso e pode se espalhar no tecido adjacente ou permanecer dentro da cápsula.
  • O abscesso do psoas pode se espalhar para a parte inferior das costas e se tornar difícil de tratar com antibióticos e pode precisar de cirurgia.

C. Linfadenopatia Retroperitoneal

  • A metástase e a disseminação linfática do câncer de vísceras retroperitoneais causa o aumento dos linfonodos no espaço retroperitoneal.
  • Os linfonodos múltiplos aumentados causam pressão nos nervos e órgãos tubulares, resultando em dor ou obstrução da estrutura tubular, como ureter e duodeno ou cólon.

D. Neoplasia Retroperitoneal Maligna

a) Neoplasia mesenquimal – A neoplasia maligna mesenquimal mais comum observada no espaço retroperitoneal é o lipossarcoma e o leomiossarcoma.

Lipossarcoma

  • O lipossarcoma é um câncer maligno de células adiposas (tecido adiposo) conhecido como adipócitos e lipoblastos atípicos.
  • O câncer agressivo é um tumor bem diferenciado e metastiza rapidamente.
  • O lipossarcoma tem o pior prognóstico.
  • O lipossarcoma cresce mais como uma neoplasia volumosa.
  • As células tumorais se espalham no tecido mole circundante como um apêndice do tumor.

Leomiossarcoma

  • O leitosarcoma é uma neoplasia muito agressiva, como o lipossarcoma.
  • Os tumores metastizam no tecido circundante, bem como órgãos distantes.
  • O tumor causa múltiplas complicações, como sangramento e lesões nervosas, após a infiltração em vasos e nervos.

b) Fibrossarcoma

  • O tumor maligno deriva-se do tecido soyedinitelnotkanny do espaço zabryushinny.
  • Os graus de neoplasia ou malignidade são divididos em malignidades de baixo grau, intermediárias ou de alto grau.
  • Metástase tumoral de grau intermediário e alto através de vasos sanguíneos para tecidos ou órgãos distantes.

c) Neurofibrosarcoma

  • O neurofibrossarcoma é um tumor de células nervosas malignas e é frequentemente visto em 1% de todos os pacientes com neoplasia de células nervosas.

d) Câncer de Pâncreas

  • O câncer de pâncreas pode se desenvolver a partir da cabeça, corpo ou cauda do pâncreas. A massa tumoral é maligna e se espalha no espaço retroperitoneal. A massa tumoral obstrui os vasos sangüíneos e o intestino, causando sintomas isquêmicos e de obstrução intestinal.

e) Tumor Renal

  • O carcinoma de células renais se espalha no espaço retroperitoneal e freqüentemente causa sintomas de pressão nas vísceras e vasos sanguíneos circundantes.
  • Extremamente maligno e metastático para tecidos moles e ossos distantes.

f) Câncer de Duodeno

  • O adenocarcinoma do duodeno é raro comparado ao câncer de cólon.
  • O câncer de pólipo também é ocasionalmente diagnosticado, causando menos sintomas retroperitoneais de anormalidades.

g) Câncer de cólon

  • Adenocarcinoma de cólon ascendente ou descendente causa obstrução intestinal e infiltração do espaço retroperitoneal.
  • A massa tumoral causa obstrução do cólon, vasos sanguíneos circundantes e pressão sobre o nervo, resultando em sintomas de obstrução, isquemia (falta de irrigação sanguínea) e nervo pinçado.

E) Neoplasias benignas-

  • O tumor benigno é coberto por cápsula. O crescimento do tumor é lento e a maioria dos sintomas está relacionada a complicações causadas pelo tumor que pressiona o tecido mole circundante. A compressão e o deslocamento de vísceras causam sintomas de obstrução visceral, isquemia e lesões nervosas.
  • Exemplo de tumores retroperitoneais benignos são os seguintes:
    1. Lipomas
    2. Fibromas
    3. Linfoma
    4. Tumores Estromais Gastrointestinais
    5. Schwannoma – tumor da bainha do nervo benigno.
    6. Feocromocitoma – tumor benigno da medula da glândula adrenalina.

Quais são os sinais e sintomas de massa ou tumor retroperitoneal?

Sintomas gerais de massa ou tumor retroperitoneal

  • Anemia
  • Fadiga
  • Fraqueza
  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Dor retroperitoneal ou dor nas costas
  • Má absorção

Sintomas específicos e sinais de massa ou tumor retroperitoneal

Dor-

  • Flanco dor- dor flanco é causada pela massa de tumor do rim.
  • Dor retroperitoneal – Abscesso retroperitoneal, hematoma, lipossarcoma, leigossarcoma e fibrossarcoma causam dor retroperitoneal.
  • Dor abdominal – A dor abdominal periumbilical é causada por câncer pancreático, duodenal e câncer de cólon.
  • Dor radicular – A pinça do nervo lombar ou do plexo causa dor radicular grave. A pinça é frequentemente causada por massa tumoral retroperitoneal ou hematoma.
  • Voltar dor- dor nas costas grave muitas vezes segue a pressão de hematoma, abscesso ou massa tumoral sobre os músculos, articulações faceta e coluna vertebral.

Obstrução de Vísceras e Órgãos Tubulares

  • Náusea e vômito – Causada por obstrução do duodeno, cólon ascendente e descendente
  • Apenas náusea – carcinoma renal e carcinoma pancreático.
  • Dor cólica causada por câncer de rim, ureter, cólon e duodeno.
  • Constipação – Causada por câncer de cólon e duodeno.
  • Retenção Urinária – Causada por câncer de ureter e bexiga urinária

Compressão da Aorta

  • Hipertensão – A compressão da aorta abdominal causa hipertensão, que muitas vezes não responde aos medicamentos anti-hipertensivos. Os sintomas da hipertensão são os seguintes:
    • Tocando no ouvido
    • Visão de borrão
    • Dor de cabeça
    • Náusea
    • Tontura
    • Confusão Ocasional.
  • Insuficiência Renal – Suprimento insuficiente de sangue para os rins causa aumento da secreção de angiotensina, resultando em hipertensão e insuficiência renal.
  • Isquemia mesentérica – A compressão da aorta ou obstrução direta dos vasos sangüíneos mesentéricos reduz o suprimento sangüíneo mesentérico. O fluxo sangüíneo reduzido pela artéria mesentérica causa alterações isquêmicas do intestino e após sintomas-
    • Nausea e vomito
    • Diarréia
    • Aumento da frequência cardíaca
    • Sangue no Reto
    • Prisão de ventre
  • Claudicação Intermitente – A claudicação intermitente é causada pela diminuição do fluxo sanguíneo para os membros inferiores. Os seguintes sintomas são observados
    • Cãibras musculares
    • Dor muscular na perna
    • Fraqueza e incapacidade de subir

Compressão da veia cava

  • A compressão da veia cava inferior causa menos retorno do sangue ao coração e mais retenção de sangue no tecido periférico.
  • Os sintomas são como segue
    • Edema dos pés
    • Dor intensa no lado direito
    • Espamos musculares
    • Pressão sanguínea baixa

Lesões nervosas

  • As lesões nervosas são causadas por irritação e pinça do nervo espinhal e do plexo nervoso.
  • Os sintomas são como segue
    • Formigamento e dormência na perna
    • Fraqueza das Pernas

Hematúria

  • A hematúria é causada por câncer de rim, bexiga urinária e ureter.

Retenção urinária

  • O abscesso retroperitoneal causa sintomas de pressão no ureter, no cólon e na bexiga, resultando em obstrução do fluxo e retenção urinários.

Quais são as investigações para diagnosticar massa ou tumor retroperitoneal?

  • Tomografia computadorizada – Proporciona melhor imagem do que a radiografia simples e a compreensão da massa tumoral.
  • Tomografia Computadorizada Após a Pielografia Retrógrada fornece informações sobre bexiga, ureter e rim.
  • Tomografia Computadorizada Após Andorinha com Bário fornece informações de complicações internas do duodeno, intestino e cólon causadas pela massa tumoral.
  • Ressonância Magnética (MRI) para Massa ou Tumor Retroperitoneal
    • Fornece informações de estruturas vasculares próximas ao tumor
    • Massa tumoral cística
    • Massa tumoral necrótica
    • Melhorar a compressão do tumor ao redor do tecido mole.
  • Biópsia guiada por TC – O estudo fornece o diagnóstico do tipo de tumor e também se o tumor é maligno ou de caráter benigno.
  • Vascular Study estudos vasculares são realizados para avaliar o bloqueio de artérias e veias de massa tumoral externo. Os estudos mais comuns são os seguintes:
    • Aortografia
    • Venografia
    • Linfangiografia
  • Ultrassonografia – A ultrassonografia ajuda a diagnosticar a massa tumoral retroperitoneal visualizada e avaliar o dano externo do órgão retroperitoneal, como pancrease, rim, ureter e bexiga.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment