Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa: causas, sintomas, tratamento

Muitas vezes, as pessoas se queixam de dor de cabeça com dor passando pela testa. Este tipo de dor de cabeça na testa é denominado como dor de cabeça frontal. Esse tipo de dor de cabeça pode estar na região da testa ou estar isolado em apenas um ponto na testa. Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa também pode se estender até os olhos com uma dor persistente no globo ocular. A dor também pode cobrir todo o rosto e o indivíduo pode estar completamente debilitado devido a dor de cabeça na testa até que seja resolvido. Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa normalmente dura um curto período de tempo, pode demorar algumas horas, mas tem uma tendência a se repetir várias vezes para assombrar o paciente. Raramente, dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa pode persistir por alguns dias de forma contínua.

Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa não é um sintoma de uma condição médica séria, mas se a dor é intensa em intensidade e se repete com bastante frequência, alguns testes podem ser necessários para identificar a causa de dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa. Além disso, pode haver certos gatilhos que podem causar dor de cabeça na testa, como consumir álcool na noite anterior ou outros fatores, como ficar ao sol por um período prolongado de tempo. Esses gatilhos podem ser evitados consumindo álcool com moderação e usando óculos escuros e protetores solares para evitar essas dores de cabeça.

O que causa dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa?

Algumas das causas mais comuns de dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa são:

Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa causada devido a tensão muscular: Esta é uma das principais causas de dor de cabeça na testa. Isso acontece quando os músculos ao redor da região frontal da cabeça ficam tensos e entram em espasmo. As causas normais de uma tensão muscular são estresse excessivo, fadiga extrema após um longo dia de trabalho, má postura da cabeça enquanto olha para a tela do computador por longos períodos de tempo. Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa também pode ser causada devido à desidratação ou ao calor, sem ingestão adequada de líquidos ou descanso à sombra.

Dor de cabeça frontal ou cefaleia na testa causada por oculares : O uso excessivo dos olhos também pode resultar em dor de cabeça frontal ou cefaleia na testa. No mundo de hoje, onde o computador e a televisão se tornaram parte integrante de nossas vidas, nossos olhos ficam facilmente tensos depois de olhar as telas de um computador ou de uma televisão por períodos extremamente longos. Ler um livro com pouca luz ou pouca luz também pode causar tensão nos olhos, causando dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa.

Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa causada devido a sinusite : dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa também pode ser causada devido a dor nos seios paranasais. A dor nos seios paranasais pode ser causada devido a condições como sinusite, infecção nos seios ou congestão nasal e pode levar a dor de cabeça na testa.

Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa causada devido à enxaqueca: O distúrbio da enxaqueca é uma condição médica na qual um indivíduo é propenso a dores de cabeça frequentes e, por esse motivo, pode sentir dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa. Não existe uma causa clara de enxaqueca, mas acredita-se que ela seja causada por certas alterações nos níveis dos hormônios no cérebro, devido a fatores genéticos ou ambientais. Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa devido a enxaqueca será acompanhada por outros sintomas como visão turva, náusea, vômito ou tontura. O alívio dos sintomas pode ser alcançado deitado em um quarto escuro.

Quais são os sintomas acompanhados de dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa?

Dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa não é uma condição de doença, mas é um sintoma de uma condição médica subjacente. A localização da dor, a gravidade e a frequência podem diferir de indivíduo para indivíduo, dependendo da causa da dor de cabeça frontal. Uma causa pode ser determinada estudando apenas a intensidade, a localização e a frequência das dores de cabeça, embora os resultados nem sempre sejam precisos. Alguns dos sintomas que acompanham a dor de cabeça na testa são:

  • Queimação e lacrimejamento dos olhos
  • Diplopia
  • Nariz a pingar
  • Espirros frequentes
  • Dor na mandíbula
  • Náusea com ou sem vômito
  • Tontura.

Diagnóstico de dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa

Se um indivíduo sofre com dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa com mais frequência, torna-se essencial descobrir a causa da dor. O médico começará analisando quando os sintomas começaram; existem auras antes do início das dores de cabeça e coisas do gênero? Às vezes, os sintomas que o paciente experimenta podem dar uma pista do que pode estar causando dor de cabeça na testa, mas, para descartar uma condição médica potencialmente séria, o médico pode recomendar a realização de uma ressonância magnética ou tomografia computadorizada do cérebro e dos seios nasais. para identificar uma causa de dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa.

Qual é o tratamento para dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa?

Qual é o tratamento para dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa?

Se tiver sido descartada qualquer condição grave em potencial para dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa, o médico pode começar recomendando tratamentos conservadores. Isso pode incluir mudanças no estilo de vida nas quais o paciente precisa identificar o que desencadeia uma dor de cabeça e depois tentar evitá-los. Citando um exemplo, se a dor de cabeça frontal ou a dor de cabeça na testa for causada por passar muito tempo na frente do computador, o médico recomendará fazer uma pausa a cada hora ou mais por 5 a 10 minutos para descansar e evitar forçar os olhos resultantes em dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa.

O médico também pode recomendar certos exercícios para aliviar a dor. Se as mudanças no estilo de vida por si só não são tão úteis no alívio da dor de cabeça frontal ou na cabeça, o médico também pode recomendar certos medicamentos para acompanhar as mudanças no estilo de vida para aliviar a dor. Estes podem ser analgésicos como o ibuprofeno ou o Tylenol. Relaxantes musculares ou bálsamos também ajudam a reviver a dor de cabeça frontal ou a dor de cabeça na testa. Em alguns casos, os medicamentos opióides também podem ser prescritos de forma limitada. Em casos raros, antidepressivos ou anticonvulsivantes podem ser prescritos para alívio da dor de cabeça frontal ou da cabeça na testa. Se a fadiga ocular é a causa da dor de cabeça na testa, nenhum medicamento específico é necessário para alívio, além das mudanças no estilo de vida.

Nos casos em que a sinusite é a causa de dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa, o seguinte pode ser prescrito para alívio da dor:

  • Descongestionantes
  • Esteróides orais
  • Analgésicos
  • Antibióticos.

Para dor de cabeça na testa devido ao distúrbio da enxaqueca, o tratamento é duas vezes, um é preventivo e o outro é abortivo. Existem medicamentos para ambos. De forma preventiva, o paciente terá que tomar medicação quando tiver uma aura para um ataque de enxaqueca, como tontura, náusea ou visão turva. De forma abortada, os medicamentos serão administrados após o início da dor de cabeça. Triptanos são os medicamentos mais preferidos para o distúrbio da enxaqueca, causando dor de cabeça frontal ou dor de cabeça na testa.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment