Dor no ombro

Anatomia da Articulação do Ombro: Sistema Esquelético, Cartilagens, Ligamentos, Músculos, Tendões

A articulação do ombro permite levantar, empurrar e puxar pela extremidade superior. Ligamentos fortes, músculos e tendões suportam a articulação do ombro.

Articulação do ombro inclui esqueleto e ossos

Articulação Glenoumeral

A articulação glenoumeral é formada por clavícula, escápula e úmero. Ligações articulares glenoumerais úmero (osso do braço) e escápula. A articulação glenoumeral é uma articulação de bola e encaixe formada por um úmero, sentado na fossa glenóide da escápula. Cartilagens lisas cobrem as superfícies do úmero e da fossa glenóide. A maioria dos movimentos articulares do ombro é em torno da articulação glenoumeral.

Articulação acrômio-clavicular

Uma segunda articulação do ombro é a articulação acrômio-clavicular formada pela clavícula e pelo processo acrômio da omoplata. A articulação acromioclavicular participa da rotação circular da articulação do ombro.

Cartilagens da Articulação do Ombro

Cartilagem articular-

A articulação do ombro tem cartilagem, que cobre a cavidade glenóide. A cartilagem é conhecida como cartilagem articular. A superfície da cartilagem é lisa, permitindo movimentos do úmero com menos atrito. A borda da cartilagem é conhecida como labrum. A cartilagem amortece a cavidade e o úmero da glenóide. O labrum tem a forma de um anel. A cartilagem articulada cria uma forma específica para acomodar a cabeça do úmero em forma de semi bola.

O Labrum Do Ombro

A articulação do ombro tem um soquete e uma cabeça em forma de bola de úmero. O soquete é de forma circular e a borda do soquete é feita de cartilagem. A borda cartilaginosa da cavidade é conhecida como lábio do ombro. Labrum fornece uma profundidade ao soquete rasa da articulação do ombro, proporcionando estabilidade. Tendões e ligamentos estão ligados ao labrum.

Cápsula da articulação do ombro

A cápsula da articulação do ombro envolve a articulação do ombro da esfera e do soquete. A cápsula envolve e prende-se ao úmero, à circunferência externa da fossa glomerular ou labro, escápula e cabeça do bíceps. A cápsula é composta por tecido fibroso e areolar fino. A cápsula articular é reforçada por múltiplos ligamentos e tendões da articulação do ombro. A superfície interna da cápsula é coberta pela membrana sinovial. Cápsula do ombro apoiada pela membrana sinovial de dentro e ligamentos, bem como tendões de fora mantém a tensão adequada para permitir movimentos articulares do ombro ideal. A cápsula solta causa instabilidade na articulação do ombro e a cápsula apertada causa o ombro congelado.

Membrana sinovial

Cobertura de membrana sinovial dentro da cápsula. A membrana sinovial secreta fluido viscoso, o que permite um movimento multi-direcional suave com menos atrito.

Ligamentos da articulação do ombro

O ligamento é uma banda de tecido fibroso resistente. Os ligamentos conectam e ancoram os ossos da articulação do ombro. Rasgo ou inflamação do ligamento causa entorse da articulação do ombro.

  • Ligamento Coraco-umeral – Isso liga o processo coracoide da escápula ao tubérculo maior do úmero.
  • Ligamento Glenoumeral – Três ligamentos que ligam o tubérculo menor do úmero à escápula lateral
    1. Ligamento Glenoumeral Superior.
    2. Ligamento Glenoumeral Médio.
    3. Ligamento Glenoumeral Inferior.
  • Ligamento do úmero semicircular – Faixa transversal entre os lados posteriores do tubérculo menos e maior do úmero. Esta banda é um dos mais importantes ligamentos de fortalecimento da cápsula articular.
  • Ligamento Coraco-acromial (CAL) – Este ligamento fixa o osso coracoide ao osso do acrômio. Espessamento ou hipertrofia do ligamento faz com que a síndrome do ombro pitada.
  • Ligamento Umeral Transverso (THL) – Este ligamento fixa ou liga a cabeça longa do bíceps ao tubérculo maior e menor do úmero.

Músculos e tendões da articulação do ombro

Vários músculos e tendões desses músculos suportam a articulação do ombro. Músculos terminam em tecido fibroso resistente conhecido como tendão. O tendão é assim ligado aos músculos de uma extremidade e ao osso na extremidade oposta. A contração muscular puxa o tendão e, assim, o tendão puxa o osso da articulação onde o tendão está preso. A contração muscular causa assim movimento articular sincronizado. Inflamação do tendão é conhecida como tendinite.

A Lista de Sete Músculos Apoiando Articulação do Ombro é Como Segue-

  • Músculo supra-espinhal
  • Músculo Infraespinhoso
  • Músculo Menor
  • Músculo Subescapular
  • Músculo anterior de Serratus
  • Músculo Subclávio
  • Músculo Deltóide

Manguito rotador-

Grupo de quatro músculos dos sete músculos da articulação do ombro são conhecidos como manguito rotador. Os músculos do manguito rotador seguram a cabeça do úmero contra a fossa glenóide e impedem a subluxação. Lesão de qualquer um desses músculos ou tendões causa dor severa no ombro diagnosticada como síndrome do manguito rotador.

O manguito rotador é formado pelos quatro músculos seguintes e seus tendões

  • Supraespinhoso
  • infraspinatous
  • Teres Minor
  • Subescapular

Bursa de ombro

Articulação do ombro tem várias bursas entre proteger ligamentos e tendões. Bursa situa-se entre tendão e osso ou ligamento e osso ou entre tendão e ligamento. A inflamação da bursa é conhecida como bursite. A bursite mais comum observada é a bursite subacromial. A bursa subacromial localiza-se entre o osso acrômio e o ligamento coracoacromial.

Movimentos de articulação do ombro

O movimento da articulação do ombro envolve a cabeça do úmero girando e deslizando na fossa glenoide superficial e lisa. O movimento é conhecido como movimentos de bola e encaixe. Fossa glenóide superficial e cápsula solta permitem ampla gama de mobilidade. Movimentos coordenados de articulação do ombro em várias direções ajudam a realizar a mais alta qualidade de atividades esportivas como beisebol, futebol, tênis e basquete.

Seguem-se os vários movimentos da articulação do ombro

  • Movimentos Circulares ou Circunferência do Braço – O úmero gira nas órbitas glenoidiais em rotação para frente e para trás, realizando rotação de 360 ​​graus.
  • Abdução – O braço é esticado para fora do lado do corpo. O braço está em extensão ou posição flexionada na articulação do cotovelo.
  • Adução – Adução traz o braço contra o lado do corpo. O braço está em posição estendida ou flexionada na articulação do cotovelo.
  • Flexão – O braço está inclinado para frente na articulação do ombro, enquanto o braço está em extensão ou flexão na articulação do cotovelo.
  • Extensão – O braço é dobrado para trás na articulação do ombro, enquanto o braço está em extensão ou flexão na articulação do cotovelo.
  • Rotação Interna – A rotação interna na articulação do ombro é realizada enquanto o braço está em extensão ou flexão na articulação do ombro.
Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment