As vacinas podem causar miocardite?

A miocardite é uma doença que induz a inflamação do músculo cardíaco. Desenvolve-se após uma infecção, reações inflamatórias e reações auto-imunes. A infecção pode ser desencadeada por bactérias, vírus, parasitas ou fungos. Esta doença pode ser leve ou grave. A Miocardite Leve pode se estabelecer sozinha, sem tratamento e com efeitos adversos no coração. Seus sintomas envolvem febre, dor nas articulações , fadiga , dor muscular, dor no peito e falta de ar , batimento cardíaco anormal e muitos mais. Em casos graves, pode causar destruição permanente nos tecidos cardíacos, levando a ataque cardíaco , insuficiência cardíacae até mesmo morte súbita e inesperada. Vacinas que podem prevenir infecções bacterianas ou virais podem ser úteis para prevenir a miocardite.

As vacinas podem causar miocardite?

A miocardite geralmente é desencadeada por infecção por vírus ou bactérias. Note-se que miocardite se desenvolve mais comumente em dois terços do paciente com difteria. Portanto, a vacina contra difteria é conhecida por prevenir a miocardite. A vacina contra a varíola raramente causa inflamação na camada média do músculo cardíaco.

De acordo com um estudo de pesquisa, a vacinação pode induzir miocardite em 3% dos pacientes saudáveis. Pode acontecer devido ao antígeno circulante da vacina. Este antígeno precipita nos tecidos do coração. Então, os autoanticorpos se acumulam no músculo cardíaco, o que pode danificá-los. As reações autoimunes são desencadeadas pela vacinação podendo resultar em danos no tecido miocárdico do coração.

Não se sabe que toda vacina induza reações inflamatórias no tecido miocárdico em pessoas saudáveis. Isso acontece apenas em casos raros. De acordo com um estudo feito pelo Instituto de Medicina (National Academy of Medicine), não há evidências de que estabeleça uma ligação entre o tétano ou a coqueluche ou a vacina contra influenza. (2) (1)

A miocardite é frequentemente detectada por radiografia de tórax , eletrocardiograma , ecocardiograma , exames de sangue, ressonância magnética e biópsia do miocárdio. Pode ser tratada com medicamentos, transfusões de sangue e transplante de sangue.

A miocardite é uma doença inflamatória dos músculos do coração que se desenvolve após uma infecção. Ela afeta a função do coração ao interromper a condutividade elétrica normal no coração. Não é conhecido como uma doença fatal, pois resolve por conta própria. Em alguns casos, pode causar danos permanentes ao coração. Em tais casos, pode resultar em parada cardíaca, insuficiência cardíaca e até morte súbita.

A miocardite não é uma doença genética que não pode ser transmitida em famílias. Ocorre em qualquer idade. Os machos são mais afetados por esta doença. É a terceira principal causa de súbita em adultos jovens.

A miocardite é marcada por alterações inflamatórias no músculo cardíaco. Afeta a função do coração e o suprimento de oxigênio para o resto do corpo. Desenvolve-se quando a infecção ou reação inflamatória do resto do corpo atinge o coração. A infecção no músculo cardíaco pode ser desencadeada por vírus, bactérias, parasitas ou fungos. A reação autoimune causa reações inflamatórias no músculo cardíaco. Às vezes, medicamentos, drogas ilegais, produtos químicos ambientais ou radioterapia podem desencadear uma reação inflamatória nos músculos do coração.

Miocardite leve pode se resolver por conta própria sem tratamento. Em alguns casos, os pacientes não percebem os sintomas da miocardite como eles não aparecem inicialmente. Seus sintomas se assemelham aos sintomas da gripe. Seus sintomas incluem febre, dor muscular, dor nas articulações, dor no peito e fadiga, falta de ar, inchaço nas extremidades inferiores, tontura , dor de cabeça e batimentos cardíacos anormais.

Em casos graves, as alterações inflamatórias que se desenvolveram no músculo cardíaco podem causar destruição persistente no coração. Ela influencia a condutividade elétrica do coração que pode induzir batimentos cardíacos anormais ou ritmos cardíacos anormais. Em tais casos, pode causar insuficiência cardíaca, ataque cardíaco e morte súbita. (3)

Conclusão

A miocardite não está associada a vacinas. De acordo com vários estudos, a miocardite raramente é induzida por vacinas somente em pessoas saudáveis ​​com 3% que recebem vacinas. O antígeno liberado pelas vacinas pode desencadear reações inflamatórias nos músculos do coração.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment