Pulmões

Doença pulmonar ocupacional: causas, sintomas, tratamento, prevenção

A doença pulmonar ocupacional pode se referir a doenças que se relacionam singular e especificamente a diferentes fatores no ambiente de trabalho de um indivíduo. A pneumoconiose  é um exemplo de tais doenças pulmonares de ocupação. Em alguns casos, a exposição ocupacional pode levar ao desenvolvimento de doenças respiratórias comuns e também pode agravar doenças respiratórias já existentes, como câncer de pulmão ,  asma e doença pulmonar.

A doença pulmonar ocupacional refere-se, portanto, à doença ocupacional que afeta o sistema respiratório, como a doença do pulmão negro, asma ocupacional, mesotelioma, doença pulmonar obstrutiva crônica, asbestose, fibrose cística , enfisemae silicose. Estas doenças podem ocorrer quando um indivíduo é exposto a componentes perigosos, como fumaça, gases, poeira, fumos, vapores, sprays, névoa, sílica e floco. A exposição ao berílio e ao amianto pode causar câncer de pulmão.

Causas da doença pulmonar ocupacional

Existem muitas causas que podem levar a doenças pulmonares ocupacionais. Alguns empregadores e funcionários em todo o mundo não se importam com a segurança no trabalho. Em alguns países, existem regulamentações para garantir que todos estejam trabalhando em um ambiente limpo. Existem coisas diferentes que podem causar doença pulmonar operacional.

A exposição ao pó no ambiente de trabalho está associada a numerosas doenças pulmonares e sistêmicas. Você sabia que o termo pneumoconiose é uma palavra grega que significa pulmões empoeirados? Bem, se você não sabia, agora você sabe. Não se sinta tão seguro trabalhando em um ambiente empoeirado sem o musk poeira. Quando partículas de poeira entram nos pulmões, causam uma reação. A reação varia com o tamanho da partícula de poeira. Esta é uma atividade biológica. Existem algumas poeiras como bário, ferro e estanho que não resultam nas reações fibrogênicas nos pulmões, embora existam esses tipos de partículas de poeira que evocam uma variedade de respostas teciduais. Essas respostas podem incluir silicose, asbestose e doença do trabalhador do carvão. Partículas como o berílio podem causar uma resposta sistêmica e induzir reação granulomatosa nos pulmões. Após a exposição ter cessado,pneumoconiose pode aparecer.

A exposição ao amianto é muito perigosa. Na maioria dos casos, a exposição ocorre durante a mineração, moagem e transporte. A exposição pode prosseguir para o nível do aplicativo. A exposição ao amianto é mais comum nas indústrias de construção e construção naval. Ocupações como encanamento, encaixe de tubulação e isolamento de trabalho elétrico são comuns na medida em que a exposição ao amianto está em causa. A exposição ao amianto pode levar a uma variedade de doenças pulmonares, como as doenças pleurais e as asbestose pneumoconiose.

Quando um indivíduo inala a sílica cristalina, as chances de contrair doenças pulmonares ocupacionais, como a silicose, são muito altas. As pessoas que se infectam com a silicose crônica são expostas à sílica há mais de 20 anos.

Pessoas com silicose aguda e acelerada apresentam o maior incidente de doença por micobactéria. A exposição à sílica também pode levar ao risco de desenvolver tuberculose .

A exposição à sílica cristalina também tem sido associada ao desenvolvimento de doenças pulmonares ocupacionais, como doença pulmonar obstrutiva, bronquite e enfisema. Os riscos de contrair essas doenças são mais proeminentes para as pessoas com silicose. A intensidade da exposição ao pó afeta o desenvolvimento de doenças pulmonares obstrutivas. Doenças pulmonares ocupacionais podem surgir quando os pulmões são expostos ao pó de carvão. O desenvolvimento de uma mácula de carvão surge quando os tecidos reagem ao pó de carvão. Enfisema focal pode se formar ao redor da mácula. A exposição ao pó de carvão também pode levar ao desenvolvimento de limitação do fluxo aéreo, enfisema e bronquite crônica.

Doenças pulmonares ocupacionais, como asma e doença pulmonar intersticial, podem surgir quando um indivíduo é exposto a metais duros. O metal duro é encontrado em ferramentas para perfuração, moagem, polimento e corte de alta velocidade de outros metais.

A exposição ao berílio pode levar à doença pulmonar induzida por berílio. O berílio é um metal muito leve, mas possui alto módulo de elasticidade e baixo coeficiente de expansão térmica. Tem alta condutividade elétrica, alta condutividade térmica e tem um alto ponto de fusão e é por isso que é amplamente utilizado em muitas indústrias. O metal puro de berílio também é muito útil na indústria nuclear, pois é usado como moderador de nêutrons. Isso prova que o berílio é muito útil e, portanto, o homem interage com ele com mais frequência.

No entanto, a exposição a ela é muito perigosa. Trabalhar com berílio aumenta o risco de causar doença pulmonar ocupacional, como a doença crónica por berílio.

A exposição ao tabaco pode levar ao câncer de pulmão . Os trabalhadores expostos à fumaça do tabaco têm grandes chances de contrair câncer de pulmão.

A exposição prolongada a produtos químicos perigosos e tóxicos no local de trabalho aumenta significativamente o risco de desenvolver doenças pulmonares ocupacionais. Se você foi diagnosticado com qualquer doença pulmonar ocupacional, então é aconselhável entrar em contato com um advogado experiente em compensação de trabalhadores o mais rápido possível.

Sintomas da doença pulmonar ocupacional

Existem vários sintomas de doença pulmonar ocupacional, independentemente da causa. Deve-se notar que cada indivíduo experimenta os sintomas de forma diferente.

Durante um dia agitado típico, você pode experimentar uma tosse irritante ou um leve chiado. No entanto, é importante prestar atenção aos sintomas leves. Muitas pessoas podem levá-lo casualmente quando têm dificuldade em respirar e associá-lo a envelhecer. Esses sintomas não devem ser ignorados. Eles podem ser o primeiro sinal de uma doença pulmonar. Conhecer os sinais e sintomas precoces da doença pulmonar ocupacional pode ser útil, pois você receberá o tratamento correto no momento certo.

Qualquer tosse que leva até um mês ou mais é considerada uma tosse crônica. Quando você experimenta isso no seu local de trabalho ou em casa, você deve levar a sério e obter o atendimento médico adequado.

  • Às vezes sentimos falta de ar, mas não é normal quando a falta de ar não desaparece mesmo após o exercício ou após um pouco ou nenhum esforço. A sensação de que é difícil respirar é chamada de dificuldade difícil ou difícil. Isso pode ser um sinal de alerta de que você tem uma doença pulmonar ocupacional.
  • A produção crônica de muco, também chamada de escarro ou catarro, também é um sinal de problema pulmonar. O excesso de muco é produzido quando há infecções ou irritantes no esôfago. O resfriado comum pode levar ao excesso de produção de muco, mas quando o problema dura por mais de um mês, procure atendimento médico. Pode ser um problema nos pulmões.
  • Respiração ruidosa também conhecida como chiado também é um sinal de algo estranho corpo nos pulmões.
  • Tossir sangue indica que há sangramento nos pulmões ou no trato respiratório superior e isso sinaliza um problema de saúde.
  • A dor torácica crônica também pode indicar doença pulmonar ocupacional.

Testes para diagnosticar a doença pulmonar ocupacional

Primeiro, os médicos têm que completar o histórico médico e o exame físico para diagnosticar doenças pulmonares ocupacionais e então fazer uma radiografia de tórax. Os resultados sugerirão então qual teste deve ser feito a seguir. Os distúrbios pulmonares podem ser testados medindo-se a capacidade pulmonar de manter, mover e trocar ar. Esses testes apenas determinam o tipo geral de distúrbio pulmonar, mas outros testes, como exames de imagem, broncoscopia e toracoscopia, determinam a causa específica de um distúrbio pulmonar.

Tratamento para a doença pulmonar ocupacional

No caso de você experimentar os sintomas acima mencionados, você não deve hesitar em visitar um médico no peito para diagnosticar a doença pulmonar ocupacional. Os médicos têm a oportunidade de ajudar seus pacientes em seu local de trabalho, que podem estar em risco. Nunca inicie qualquer tratamento sem o conselho de um médico qualificado. Os médicos fornecerão tratamento com base nos seguintes fatores:

  • O tipo de doença pulmonar ocupacional com a qual o paciente é afetado.
  • A idade, histórico médico e saúde atual do paciente.
  • A tolerância dos pacientes a terapias específicas, medicamentos e procedimentos.

Prevenção da Doença Pulmonar Ocupacional

Prevenir doença pulmonar ocupacional é melhor do que remediar. Você deve garantir que você ou seus funcionários estejam trabalhando em um ambiente limpo e seguro. Você também deve evitar todas as coisas que podem causar doenças pulmonares a todo custo. Lembre-se de que sua saúde é mais importante que o trabalho. Ensinar seus colegas de trabalho sobre os efeitos nocivos das poeiras e irritantes transmitidos pelo ar ajudará na prevenção de doenças pulmonares ocupacionais.

Fatores de Risco para Doença Pulmonar Ocupacional

Os fatores de risco para doenças pulmonares ocupacionais podem incluir exposição a poluentes presentes no local ocupacional, como amianto , berílio, fumaça de tabaco, poluentes do ar interno ou externo, alérgenos, agentes ocupacionais, dieta e nutrição e doenças respiratórias crônicas pós-infecciosas.

Complicações da doença pulmonar ocupacional

A seguir estão algumas das complicações da doença pulmonar ocupacional: exacerbação aguda, doença do refluxo gastroesofágico, pressão alta nos vasos dos pulmões, que é conhecida como hipertensão pulmonar, baixa oxigenação e insuficiência respiratória. As doenças pulmonares ocupacionais são doenças graves e podem afetar profundamente a sua qualidade de vida, impedindo-o de ganhar a vida e de causar encargos financeiros. Se você ou seus entes queridos foram afetados por doença pulmonar ocupacional, é aconselhável entrar em contato com um advogado de compensação trabalhista que pode ajudá-lo a obter os melhores cuidados médicos possíveis sem ter que desembolsar dinheiro para despesas médicas.

Prognóstico / Perspectivas para Doença Pulmonar Ocupacional

O prognóstico ou perspectiva de doença pulmonar ocupacional depende da causa precisa. Alguns casos de doença pulmonar não têm uma causa identificável. Uma vez que você é uma vítima de doença pulmonar ocupacional, haverá consequências sociais e econômicas, mesmo se a exposição aos poluentes for interrompida.

Mudanças no estilo de vida para a doença pulmonar ocupacional

Encontrar uma ocupação onde há boas práticas de higiene e menor exposição a substâncias tóxicas é uma grande mudança de estilo de vida que o portador de doenças pulmonares ocupacionais pode adotar. Você também pode tentar outras mudanças de estilo de vida, como comer mais alimentos saudáveis ​​para a saúde do pulmão, incluindo frutas e legumes frescos. Exercícios também melhoram o funcionamento pulmonar. Evite a exposição a toxinas desnecessárias, pare de fumar, melhore a qualidade do ar interior e complemente sua saúde com a nutrição nutricional respiratória.

Lidando com Doença Pulmonar Ocupacional

A fim de lidar com a doença pulmonar ocupacional, você deve lutar contra os comentários insensíveis, equilibrar sua saúde emocional, melhorar o ar interno, praticar técnicas de respiração e ter tempo para aproveitar sua vida.

Período de Recuperação / Tempo de Cura para Doença Pulmonar Ocupacional

O período de recuperação da doença pulmonar ocupacional / tempo de recuperação irá demorar diferentes períodos dependendo do tipo, natureza, idade do paciente e tratamento.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment