Pulmões

Pneumonite por Hipersensibilidade: Causas, Sintomas, Tratamento, Prevenção

A pneumonite por hipersensibilidade, também denominada alveolite alérgica, é causada devido à inflamação alveolar nos pulmões devido à extrema sensibilidade resultante da inalação de poeira orgânica, à qual as pessoas geralmente são expostas no curso de sua ocupação ou de seus hobbies. A pneumonite por hipersensibilidade é causada devido à inalação de um antígeno, resultando em uma resposta imune excessiva. Durante os estágios iniciais, um indivíduo pode não ter qualquer problema, mas à medida que o tempo passa com exposição crônica a essas partículas, o indivíduo pode começar a sentir sintomas respiratórios à medida que os alvéolos começam a ficar inflamados e pode haver acúmulo de líquido nesses sacos aéreos. bem. À medida que a exposição aumenta, a condição da doença pode começar a inflamar causando a formação de tecidos cicatriciais nos pulmões, afetando o funcionamento normal dos pulmões.

Quais são as causas da pneumonia por hipersensibilidade?

Pneumonite de hipersensibilidade, conforme indicado, é causada pela inalação de partículas às quais o corpo é alérgico. Esta condição é causada durante um período prolongado de exposição ao alérgeno, que pode durar vários anos. Normalmente, pessoas que trabalham em áreas onde há uma quantidade abundante de poeira que pode conter fungos, moldes etc.

Pneumonite por hipersensibilidade também pode se desenvolver a partir de umidificadores e condicionadores de ar, especialmente se eles não forem adequadamente atendidos e mantidos. Certas fezes de aves também podem causar pneumonia por hipersensibilidade. Algumas das outras causas de Pneumonite por Hipersensibilidade podem ser causadas pela inalação de poeira de:

  • Açúcar mofado
  • Cevada
  • Pêlo de animal
  • Excrementos de pássaros
  • Grãos de café

Quão séria é a pneumonite por hipersensibilidade?

Actualmente, não existe uma cura definitiva para a pneumonia de hipersensibilidade, mas felizmente esta condição é definitivamente revertida se a exposição ao alérgeno agressor for interrompida. A inalação prolongada do alérgeno pode causar cicatrizes nos pulmões ou fibrose pulmonar. Quando isso ocorre, o dano aos pulmões se torna permanente e o tratamento é focado no controle dos sintomas.

Quais são os sintomas da pneumonia por hipersensibilidade?

Os sintomas da pneumonite por hipersensibilidade são divididos em três tipos: agudo, subagudo e crônico.

  • Aguda : Na forma aguda de infecção, os sintomas podem começar a se desenvolver dentro de 6 horas após a exposição ao antígeno agressor e podem incluir febre, calafrios, tosse, pressão no peito, falta de ar, dor de cabeça. Esses sintomas levam vários dias para serem resolvidos até que a exposição seja eliminada. Na pneumonite de hipersensibilidade aguda, as radiografias de tórax mostram opacidade em vidro fosco e radiodensidade.
  • Subaguda : Na forma subaguda de pneumonite de hipersensibilidade, as pessoas experimentam uma tosse produtiva, falta de ar, letargia, perda de peso. Na forma subaguda, os sintomas são menos graves que a forma aguda, mas tendem a durar mais tempo.
  • Crônica : Na forma crônica, os pacientes apresentam um início espontâneo de tosse, falta de ar progressiva, letargia e perda de peso. Nesses casos, é recomendado evitar a exposição adicional ao antígeno agressor. Os estalos inspiratórios também são notados em alguns pacientes.

Como é diagnosticada a pneumonite por hipersensibilidade?

Para diagnosticar a Pneumonite por Hipersensibilidade, o médico assistente fará um histórico detalhado para procurar por qualquer exposição à poeira que possa estar relacionada aos sintomas. Um exame médico detalhado também será realizado para observar o funcionamento dos pulmões. O médico pode procurar sons adventícios nos pulmões.

Alguns outros testes para confirmar o diagnóstico de pneumonite por hipersensibilidade são os seguintes:

  • Sangue desenha
  • Examinando o local de trabalho para procurar presença de bolores e outros alérgenos
  • Raio-x do tórax
  • Tomografia computadorizada de tórax
  • Testes de função pulmonar
  • Biópsia pulmonar

Quais são os tratamentos para pneumonia por hipersensibilidade?

A pedra angular do tratamento da Pneumonite por Hipersensibilidade é identificá-la nas fases iniciais, uma vez que esta doença é completamente reversível se for diagnosticada e tratada precocemente. Uma vez nos estágios crônicos, os sintomas precisam ser controlados e, basicamente, os esteróides são usados, pois outras formas de medicamentos não são eficazes. A cessação do tabagismo é imperativa na Pneumonite de hipersensibilidade no caso de um indivíduo afetado ser fumante, pois a fumaça do cigarro agrava a condição e pode causar complicações potencialmente graves, como enfisema ou bronquite crônica.

Prevenção de Pneumonite por Hipersensibilidade

A secagem e o armazenamento adequados dos produtos agrícolas ajudam muito na prevenção da pneumonia por hipersensibilidade, uma vez que o fungo agressor cresce em condições de umidade. A ventilação adequada também é imperativa na prevenção da pneumonia por hipersensibilidade. Como afirmado, a Pneumonite por Hipersensibilidade é completamente curável e reversível se diagnosticada e tratada nos estágios iniciais.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment