Pulmões

Sarcoidose ou Sarcoidose: Definição, Causas, Fatores de Risco, Sintomas, Sinais, Diagnóstico, Tratamento

A sarcoidose é uma palavra grega que significa “assemelhando-se à condição”. A sarcoidose é uma doença inflamatória disseminada em vários órgãos do corpo humano. A inflamação provoca a formação de granuloma, que é conhecido como sarcoide. Sarcoidose ou Sarcoidose geralmente afeta os pulmões e a pele . A causa exata da Sarcoidose ou Sarcoidose ainda não é conhecida. Neste artigo, vamos discutir em detalhes sobre as causas, sintomas e tratamentos prestados para sarcoidose ou sarcoidose.

Doença Inflamatória – A sarcoidose ou sarcoidose é uma doença inflamatória que consiste em granuloma. 1

Ampla disseminação Disease A doença é ampla disseminação em múltiplos órgãos.

Recaída-

  • A doença da sarcoidose tende a ir e vir de repente.
  • A doença pode evoluir progressivamente como uma doença grave.
  • O paciente pode experimentar várias recaídas ao longo da vida.

Granulomas-

  • A sarcoidose ou sarcoidose é uma doença gradual e progressiva.
  • Nódulos microscópicos chamados granulomas começam a aparecer nos órgãos afetados. 1
  • Na maioria dos casos, esses granulomas tendem a clarear com ou sem tratamentos.
  • Existem poucos casos em que o granuloma cresce em tamanho e continua a fazer parte do órgão.
  • O granuloma eventualmente termina como um nódulo fibrótico, mas pode causar várias complicações.

Órgãos Envolvidos na Sarcoidose ou Sarcoidose

  • Sistema respiratório – traquéia, brônquios e pulmões, 2
  • Pele e tecido subcutâneo,
  • Fígado – causa hepatomegalia ( fígado aumentado ) 3
  • Coração – causa arritmia
  • Sistema Linfático – causa aumento dos linfonodos e Esplenomegalia ( aumento do baço ) 4
  • Cérebro – causa o granuloma do cérebro, resultando em confusão, alucinação e inconsciência. 5

Hipercalciúria (aumento do nível sérico de cálcio)

  • Provoca pedra renal
  • O nível sérico de cálcio é altamente secundário ao metabolismo anormal do cálcio causado pelo aumento da secreção de 1, 25 dihidroxivitamina D.
  • 1, 25 dihidroxivitamina D secretada por macrófagos, que se encontra no granuloma sarcoide.

Causas da Sarcoidose ou Sarcoidose

A causa definitiva da Sarcoidose ou Sarcoid não é conhecida.

  • Doença auto-imune-
    • A literatura e a pesquisa sugerem que a sarcoidose ou sarcoide é causada por atividades imunológicas anormais.
    • Infecção viral, produtos químicos ou drogas desencadeiam reação imunológica.
    • Anticorpos secretados pelo organismo causam reação inflamatória tecidual e formação de granuloma.

Fatores de risco para sarcoidose ou sarcoidose

  • Freqüência-
    • A sarcoidose ou sarcoidose é uma condição médica bastante comum e ocorre praticamente em todo o mundo.
  • Era-
    • A sarcoidose ou sarcoidose ocorre frequentemente entre as idades de 20 e 40 anos.
  • Sexo-
    • As mulheres são um pouco mais propensas a desenvolver a doença.
  • Corrida-
    • Os afro-americanos têm uma incidência maior de sarcoidose ou sarcoid que caucasianos.
    • A recorrência da sarcoidose pode ser mais grave e provavelmente se repetir em afro-americanos.
  • História de família
    • Se alguém da sua família teve Sarcoidose, você é mais propenso a desenvolver a doença por conta própria.

Sinais e sintomas de sarcoidose ou sarcoidose

Sintomas não específicos de sarcoidose ou sarcoidose

Sintomas específicos de sarcoidose ou sarcoidose

  • Sarcoidose ou sarcoide dos pulmões, traquéia e brônquios 2
    • Dor no peito
    • Chiado
    • Dispneia – falta de ar
    • Tosse crônica
    • Lesão de granuloma de brônquios ou traquéia pode causar obstrução à respiração.
  • Sarcoidose ou sarcoide da pele
    • Erupção cutânea espalhada sobre o rosto, braços e canelas.
    • Pedaço da pele – principalmente observado nas costas, braços, pernas e couro cabeludo
    • Desfiguração de feridas – vista acima do nariz, passagem nasal, orelhas, pálpebras e dedos
    • Úlcera cutânea – principalmente observada nas costas, braços e pernas.
  • Sarcoidose ou sarcoide dos olhos – visto em 25% dos casos.
    • Uveíte anterior e posterior
      • Vermelhidão
      • Tipo de queimadura e esfaqueamento
      • Fotofobia e visão embaçada
      • Perda progressiva da visão
    • Inchaço da glândula lacrimal
      • Comichão
      • Dor
  • Ossos e artralgia
    • Dor articular é observada em 30% dos casos.
    • Lesões ósseas (cistos) – lesões císticas e sarcoides são observadas em 5 a 10% dos pacientes.
  • Sistema linfático
    • Linfonodo aumentado – Pescoço, Torácica, Garganta, Axila e Virilha
    • Esplenomegalia 4
  • Pedra renal-
    • Dor cólica severa no flanco
    • Causada por hipercalcemia (aumento do cálcio no sangue)
    • Visto em 10% dos casos de sarcoidose ou sarcoidose
  • Insuficiência Renal – Nefrite Intersticial Granulomatosa
    • Dor no flanco
    • Retenção de fluido
    • Edema periférico
    • Derrame pleural
    • Hepatomegalia
  • Sistema Nervoso – Lesão Granulomatosa 5
    • Cérebro-
    • Nervo craniano-
    • Nervos periféricos-
      • Neuropatia sensorial
      • Fraqueza muscular
    • Transtorno Cognitivo-
      • Psicose
  • Efeitos Cardiovasculares
    • Efeitos vasculares
      • Hipertensão
    • Cardiomiopatia
      • Batimentos cardíacos irregulares
      • Arritmia
      • Palpitação
      • Morte súbita

Sinais de sarcoidose ou Sarcoid- 6

  • Hepatomegalia – aumento do fígado
  • Esplenomegalia – baço aumentado
  • Arritmia – batimentos cardíacos anormais
  • Hipertensão
  • Chiado durante a respiração

Diagnóstico de Sarcoidose ou Sarcoidose

Exame de urina

  • Hipercalcúria
  • Proteinúria

Exame de sangue

  • Nível sérico de cálcio alto (hipercalcemia)
  • Linfopenia – baixa contagem de linfócitos
  • Anemia hemolítica – baixa hemoglobina
  • Leucopenia – contagem de glóbulos brancos baixa
  • Trombocitopenia – contagem de plaquetas baixa
  • Fosfatase Alcalina – elevada

Ultra-som

  • Os achados ultrassonográficos são os seguintes:
    • Hepatomegalia – aumento do fígado
    • Esplenomegalia – baço aumentado
    • Linfadenopatia – ampliar os gânglios linfáticos

Baú de Raios-X

  • A radiografia de rotina pode mostrar o granuloma sarcoide Hilar e Mediastinal como uma sombra de rádio opaca.
  • Mais investigações são necessárias.

Tomografia computadorizada ou ressonância magnética

  • Pulmões-
    • Linfadenopatia Hilar Bilateral (BHL) – observada em 95% dos indivíduos assintomáticos.
    • Os resultados devem ser confirmados com biópsia
  • Cérebro-
    • Inchaço do cérebro sugere encefalograma
  • Fígado-
    • Fígado aumentado (hepatomegalia)
  • Rim-
    • Nefrite granulomatosa intersticial
  • Coração-
    • Cardiomiopatia

Procedimentos de biópsia

Os achados da biópsia – biópsia de sarcoidose ou sarcoid indicam que 90% dos glóbulos brancos são linfócitos. Em alguns casos, a porcentagem normal de eosinófilos e neutrófilos é observada no tecido granulomatoso.

  • Biópsia tecidual
    • Linfonodos periféricos
    • Nódulo linfático hilar ou torácico
    • Granuloma da pele
    • Mucosa nasal
  • Biópsia da mucosa brônquica
    • Feito para descartar o carcinoma pulmonar ou brônquico, quando linfonodo Hilar são observados durante o estudo radiológico.
  • Biópsia Pulmonar
    • Biópsia do tecido do granuloma pulmonar
    • Células plasmáticas ausentes
    • Macrófagos alveolares espumosos estão presentes

Teste de Eletrocardiograma e Ecocardiograma –

  • Arritmia e batimentos cardíacos irregulares são observados

Exame de Oftalmoscópio

  • Aumentar a pressão ocular – sugerir glaucoma
  • Uveíte

Tratamentos para sarcoidose ou sarcoid

Anti-inflamatório

  • AINEs – indicados para inflamação.

Imunossupressor

Indicado para efeitos auto-imunes da sarcoidose.

  • Corticosteróides
  • Agentes poupadores de esteróides
    • Metotrexato
    • Azatioprina
    • Ácido micofenólico
    • Leflunomidel
    • Ciclofosfamida

Hipertensão

  • Inibidores
    • Prescrito para hipertensão
    • Protege o rim quando o diagnóstico é sarcoidose ou sarcoide do rim.

Medicamentos antimaláricos

  • Prescrito para sarcoidose cutânea
  • A cloroquina e a hidroxicloroquina são eficazes no tratamento da sarcoidose

Inibidores da fosfodiesterase 4

  • A medicação experimental inibe a fosfodiestrase 4.
  • Roflumilaste
  • Inibidores de PDE4
  • Pentoxifilina

Quercetina

  • Tentei em pesquisa experimental
  • Resposta ao tratamento – excelente.

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment