Dor Nos Olhos

O que é o Aluno Tônico de Adie Esquerda: Causas, Sintomas, Tratamento

O Aluno Tônico de Adie Esquerda, que também é conhecido pelo nome de Síndrome de Adie, é uma condição neurológica patológica que afeta a pupila do olho esquerdo, bem como o sistema nervoso autônomo do corpo. A principal característica do Aluno Tônico de Adie Esquerda é que a pupila esquerda é anormalmente maior que o normal e há pouca ou nenhuma constrição em luz brilhante, e é por isso que ela recebe o nome de Aluno Tônico.

A causa raiz da Pupila Tônica de Adie Esquerda ainda não é conhecida, mas alguns estudos sugerem que essa condição pode surgir como resultado de um trauma, um procedimento cirúrgico para o olho esquerdo, fluxo sanguíneo inadequado para o olho esquerdo ou uma infecção para a esquerda. olho.

O Aluno Tônico do Adie Esquerdo é uma condição benigna e inofensiva e muito raramente é necessário algum tipo de tratamento para tratá-lo. Na maioria dos casos, óculos de leitura e colírios são as principais formas de tratamento dadas para o Tonic Pupil do Left Adie. Se a anormalidade da pupila estiver associada a sintomas neurológicos, como ausência de reflexos tendinosos profundos, especialmente no tendão de Aquiles, a condição é definida como síndrome de Adie.

O que causa o aluno tônico de Adie?

Como afirmado, a causa raiz da Pupila Tônica de Adie Esquerda ainda não é conhecida, mas alguma forma de trauma para a pupila, um procedimento cirúrgico no olho ou uma infecção é presumida como causadora do Aluno Tônico de Adie Esquerda. Alguns estudos sugerem que a inflamação ou dano ao gânglio ciliar ou qualquer tipo de dano aos nervos pós-ganglionares pode ser uma causa para o desenvolvimento da pupila tônica de Adie esquerdo.

O gânglio ciliar faz parte do sistema nervoso parassimpático, que é uma parte do sistema nervoso autônomo que controla a resposta do aluno à luz e a outros estímulos. A infecção é a causa mais provável de danos no gânglio ciliar. Danos à região ciliar também podem resultar de um distúrbio auto-imune, um tumor, trauma e complicações potenciais de um procedimento cirúrgico no olho causando Aluno Tônico de Adie Esquerda.

Quais são os sintomas da pupila tônica de Adie Esquerda?

Como dito acima, a principal característica da Aluna Tônica de Adie Esquerda é a pupila esquerda ser anormalmente maior que o normal. A pupila esquerda contrai muito lentamente quando em luz brilhante ou outros estímulos. Também pode causar perda de reflexos tendinosos profundos na região do tendão de Aquiles.

A princípio, no Aluno Tônico de Adie Esquerda, apenas a pupila esquerda é afetada, mas à medida que a doença avança, ambos os olhos podem ser afetados. Alguns dos outros sintomas da Pupila Tônica de Adie Esquerda são a transpiração excessiva. Em alguns casos, anormalidades cardiovasculares também podem ser notadas em casos de Pupila Tônica de Adie Esquerda.

Como é tratado o aluno tônico da esquerda Adie?

Aluno Tônico de Adie Esquerda é uma condição benigna e geralmente não requer nenhum tratamento. No máximo, o oftalmologista pode prescrever óculos de leitura ou colírio de pilocarpina para a deficiência visual causada pelo Pupp Tonic de Left Adie. Os colírios tendem a contrair a pupila dilatada. Também ajuda com a percepção de profundidade, bem como que é afetada devido ao aluno Tonic do Left Adie. Estes tratamentos são bons o suficiente para restaurar a visão e ajudar o pupilo contraído causado pelo aluno tônico do Left Adie.

Outro sintoma que ocorre com o Aluno Tônico de Adie Esquerda é a transpiração excessiva e isso pode ser tratado através da realização de um procedimento cirúrgico chamado simpatectomia torácica em que o nervo simpático envolvido é extirpado completamente para tratar a transpiração excessiva causada pelo Aluno Tônico de Adie Esquerda.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment