Infecções

Febre do Vale ou Coccidioidomicose: Causas, Fatores de Risco, Sintomas, Diagnóstico, Tratamento, Prevenção

Febre do Vale ou Coccidioidomicose – Esta é uma condição médica causada por um organismo chamado Coccidioides, que causa febre, dor no peito , tosse, etc …

Febre do Vale ou Coccidioidomicose é uma forma de infecção fúngica causada por um organismo chamado Coccidioides que causa febre, dor no peito , tosse, etc. Existem duas espécies de Coccidioides que causam Febre do Vale ou Coccidioidomicose que são normalmente encontradas no solo em certas áreas. e pode se tornar transportado por via aérea se o solo que contém esses organismos for interrompido de alguma forma, como agricultura, construção, etc. Esse organismo então infiltra os pulmões pelo ar e causa Febre do Vale ou Coccidioidomicose. Casos leves de Febre do Vale ou Coccidioidomicose são geralmente autolimitados e resolvidos sem a necessidade de qualquer tratamento, mas casos mais graves requerem o uso de medicamentos antifúngicos para tratamento.

Causas da febre do vale ou coccidioidomicose

Os fungos que causam febre do vale ou coccidioidomicose são encontrados nas áreas do Arizona, Nevada, norte do México e San Joaquin Valley, na Califórnia. Eles também são encontrados em abundância no Texas e em certas áreas da América Central e do Sul. Eles prosperam especialmente em áreas onde a estação do inverno é amena e os verões são realmente quentes.

Como o ciclo de vida de muitos fungos, os Coccidioides crescem no solo como fungos e tornam-se esporos quando se tornam no ar devido à ruptura no solo devido a qualquer razão. Como os esporos são extremamente pequenos e leves, eles são transportados a muitos quilômetros através do vento e são muito contagiosos.

Fatores de risco para febre do vale ou coccidioidomicose

  • Exposição Ambiental : Qualquer um que infelizmente inale os esporos contendo organismos que causam Febre do Vale ou Coccidioidomicose está em risco de contrair esta doença. Estudos indicam que mais de 50% das pessoas que vivem em áreas onde a Febre do Vale ou Coccidioidomicose é comum foram infectadas. Pessoas expostas ao pó durante o trabalho, como pessoas que trabalham em construções, estradas, fazendeiros, arqueólogos e militares, correm maior risco de desenvolver Febre do Vale ou Coccidioidomicose.
  • Raça : A razão exata não é conhecida, mas a Febre do Vale ou Coccidioidomicose é mais encontrada em filipinos, hispânicos, nativos americanos e asiáticos.
  • Gravidez : as fêmeas grávidas também correm risco de desenvolver Febre do Vale ou Coccidioidomicose.
  • Sistema Imunológico comprometido : Qualquer pessoa com um sistema imunológico comprometido ou que esteja sendo tratada com drogas como esteróides , medicamentos quimioterápicos ou medicamentos administrados após um transplante de grande porte correm um risco maior de desenvolver essa doença.
  • Idade : A população idosa tem maior probabilidade de desenvolver Febre do Vale ou Coccidioidomicose do que a população mais jovem, pois o sistema imunológico fica pobre com a idade.

Sintomas de febre do vale ou coccidioidomicose

Os sintomas da Febre do Vale ou Coccidioidomicose são geralmente observados após cerca de três semanas de exposição ao organismo.

Alguns dos sintomas da febre do vale ou coccidioidomicose são:

Como é diagnosticada febre do vale ou coccidioidomicose?

Febre do Vale ou coccidioidomicose é uma condição médica difícil de diagnosticar apenas com base nos sintomas observados como os sintomas são semelhantes aos de outras condições médicas. Para o diagnóstico confirmatório, é essencial identificar os organismos Coccidioides nos tecidos, sangue ou outras secreções. Portanto, os seguintes testes são realizados:

Cultura de escarro : Este teste verifica a expectoração que é descarregada enquanto tosse para procurar o organismo agressor de Coccidioides.

Exames de sangue : Isso pode ser feito para procurar anticorpos para os fungos que causam febre do vale ou coccidioidomicose.

Tratamento para febre do vale ou coccidioidomicose

  • Descanso : A maioria das pessoas infectadas com febre do vale ou coccidioidomicose não requer nenhum tratamento, pois é uma doença autolimitada e resolve por conta própria. Por isso, o melhor tratamento para esta doença é repouso adequado e ingestão de quantidades adequadas de líquidos
  • Medicamentos Antifúngicos : Se não houver melhora na condição do indivíduo apesar do descanso adequado, o médico assistente pode prescrever medicamentos antifúngicos como o Diflucan. Com o uso de medicamentos, é provável que haja alguns efeitos colaterais. Os efeitos colaterais mais comuns dos medicamentos antifúngicos são náusea, vômito, dor abdominal ou diarréia, mas todos esses efeitos colaterais diminuem quando a medicação é interrompida.
  • Medicamentos IV : Um caso grave de Febre do Vale ou Coccidioidomicose também pode ser tratado com medicamentos IV, como a anfotericina B.

Como a febre do vale ou a coccidioidomicose podem ser evitadas?

No caso de um indivíduo estar na área acima mencionada onde a Febre do Vale ou Coccidioidomicose é bastante comum, o indivíduo precisa tomar medidas de segurança como usar uma máscara facial, não se aventurar durante tempestades de poeira, mantendo as portas e janelas fechadas ou protegidas contra poeira chegando.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment