A ferrugem pode lhe dar tétano?

O tétano causa-se por uma bactéria clostridium tetany. Esta é uma bactéria anaeróbica que está presente em abundância em poeira, solo, esterco e saliva. Ele entra no nosso corpo através de uma ferida ou lesão. Esta doença apresenta espasmos súbitos e rigidez ou rigidez nos músculos do nosso corpo. Esses espasmos são muito fortes e extremamente dolorosos e podem resultar em sérios danos aos órgãos. O tétano é também conhecido como tétano.

Antes de discutirmos se a ferrugem pode nos dar o tétano, é justificável que primeiro vejamos a causa do tétano.

Como descrito acima, o tétano é causado pela bactéria anaeróbica clostridium tetany. Esta bactéria prospera em ambiente anaeróbico. Os esporos dessa bactéria são encontrados em abundância em médios como poeira, solo, esterco e saliva. Eles entram no corpo através de uma ferida ou lesão e crescem em bactérias daí em diante. De lá eles viajam e alcançam o sistema nervoso central e atacam os nervos. Aqui eles se ligam às terminações nervosas e comprometem o trabalho dos nervos, responsáveis ​​pelo controle dos músculos que causam contração e relaxamento em nosso corpo. Eles produzem uma toxina conhecida como tetanospasmin, que causa o mau funcionamento dos nervos. A tetanospasmina é tão poderosa que pode causar espasmos súbitos, dolorosos e poderosos dos músculos. Isso geralmente começa na mandíbula e depois se espalha para o resto do corpo.

Abdômen, peito, costas e músculos das nádegas podem ser afetados. Isso pode causar sérios danos aos sistemas do corpo, incluindo o sistema respiratório. Como resultado, a insuficiência respiratória pode ocorrer e a pessoa pode precisar ser mantida em um ventilador mecânico. Devido a esses espasmos, há um arqueamento peculiar dos músculos das costas, como uma ponte ou um formato de arco, que é conhecido como opistótono. É uma condição extremamente dolorosa.

A ferrugem pode lhe dar tétano?

O tétano é muito comumente relacionado à ferrugem. E ainda mais comumente com pregos enferrujados. Acredita-se que uma lesão com unhas enferrujadas pode causar tétano. No entanto, este é apenas um lado da história. O outro lado da história diz que a ferrugem em si não é uma causa do tétano. No entanto, pode ser um transportador para a bactéria do tétano. Como dito anteriormente, a clostridium tetany permanece em um habitat que tem muita poeira e solo. Tal lugar é normalmente encontrado fora da casa, nos quintais, nos troncos de sucata, etc. E, normalmente, a ferrugem ocorre nos objetos que são deixados do lado de fora por um longo período. Assim, tais objetos são naturalmente sobrecarregados com sujeira, terra e poeira. Estes fornecem um bom ambiente para os esporos viverem. Se tal objeto causar ferimentos, há uma chance óbvia de que a bactéria entre na ferida junto com a poeira. Assim, qualquer objeto que acumule muita poeira e sujeira, se causar uma lesão, é um fator de risco potencial para o tétano. Da mesma forma, uma unha, mesmo que não esteja enferrujada, mas acumulou poeira e sujeira sobre ela, também pode ser um fator de risco potencial para o tétano.

A unha enferrujada é um exemplo clássico de um fator de risco potencial para o tétano, pois fornece um ótimo meio para o transporte da bactéria no corpo, atraindo mais esporos de C. tetania e também causando uma ferida profunda e perfurada. Mas, mesmo assim, um prego não enferrujado que estava em pó representa uma ameaça igual de transferir a bactéria para o corpo.

Assim, sobre se a ferrugem pode nos dar tétano, bem, pode-se dizer que é uma transportadora conveniente para os esporos serem coletados. E se um objeto tão enferrujado causar uma lesão, então definitivamente existe o risco de ser infectado pelo tétano.

É melhor ser avaliado por um médico para eliminar qualquer risco de contrair o tétano, já que o tétano é uma doença seriamente fatal.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment