Quais são os primeiros sinais e sintomas do HIV?

O HIV, ou vírus da imunodeficiência humana, é o vírus responsável por causar a AIDS. Sabe-se que esse vírus enfraquece a capacidade de uma pessoa de combater infecções, pois ataca o sistema imunológico. O HIV pode ser contraído através do compartilhamento de seringas, sexo desprotegido, de fluidos corporais e muitas outras maneiras de contrair esse vírus. Enquanto um teste de HIV é usado para confirmar o diagnóstico, também existem muitos sinais precoces de HIV que podem dar uma indicação de que algo não está certo no seu corpo. A infecção pelo HIV geralmente ocorre em três estágios e, sem tratamento, tende a piorar ao longo de um período de tempo, eventualmente sobrecarregando o sistema imunológico e fazendo com que o sistema desligue ou pare de funcionar corretamente. Ao reconhecer os primeiros sinais do HIV, você poderá consultar um médico no momento certo, sem atrasar o seu diagnóstico e tratamento subsequente. Vamos dar uma olhada no que são esses primeiros sinais do HIV.

HIV significa vírus da imunodeficiência humana. O HIV causa AIDS, o que afeta seu sistema imunológico, enfraquecendo sua capacidade de combater infecções e doenças. Você pode contrair o HIV a partir de fluidos humanos, leite materno, fluidos sexuais, compartilhamento de agulhas e muitas outras maneiras. O vírus se espalha principalmente através do sexo desprotegido 1 ) e do compartilhamento de agulhas 2 ) . Aids significa síndrome da imunodeficiência adquirida, uma condição que ocorre quando o sistema imunológico para de funcionar corretamente desde que você está infectado pelo HIV.

Quando você pensa sobre a transmissão do HIV, é essencial que todos estejam cientes dos sinais e sintomas precoces que você deve estar atento. A detecção precoce do HIV é vital, pois você poderá iniciar o tratamento o mais cedo possível, o que ajudará no controle do vírus e também evitará a progressão da doença para o estágio 3 do HIV. O estágio 3 do HIV é o que é comumente conhecido como AIDS. 3 )

O tratamento precoce do HIV com o uso de medicamentos anti-retrovirais pode tornar o vírus quase indetectável, impedindo a transmissão do vírus para outras pessoas.

Quais são os primeiros sinais e sintomas do HIV?

Os primeiros sinais e sintomas de uma infecção pelo HIV geralmente aparecem como sintomas semelhantes aos sintomas causados ​​pela gripe. Esses incluem:

Os primeiros sintomas do HIV tendem a surgir dentro de um mês ou dois após a transmissão inicial, embora seja possível que eles apareçam o mais cedo possível em apenas duas semanas após a exposição. 4 ) Além disso, algumas pessoas podem não apresentar nenhum sintoma precoce após contrair o vírus. É importante ter em mente que esses sintomas precoces do HIV geralmente também estão associados a outras doenças e condições de saúde comuns. Para ter certeza se você contraiu ou não o HIV, você precisa conversar com um médico e aprender sobre os testes disponíveis para diagnosticar o HIV. Normalmente, um pequeno exame de sangue é suficiente para confirmar o diagnóstico.

Em alguns casos, a falta de sintomas pode durar até dez anos 5 ) . No entanto, esse atraso no aparecimento dos sintomas não significa que o vírus tenha desaparecido do corpo. Isso significa apenas que o vírus estava adormecido no corpo até agora.

O HIV é uma condição de saúde que pode ser gerenciada com tratamento adequado. No entanto, se você não o tratar, o HIV progredirá para o estágio 3 (AIDS), mesmo que não haja sintomas. É por isso que é essencial que qualquer pessoa que suspeite de transmissão seja testada.

Alguns dos sintomas que indicam que sua condição progrediu para o estágio 3, ou AIDS, são os seguintes:

  • Erupções cutâneas
  • Calafrios e suores noturnos
  • Febre alta
  • Perda de peso severa
  • Tosse persistente
  • Problemas respiratórios
  • Manchas brancas na boca
  • Fadiga regular – mesmo depois de ter uma boa noite de sono, você ainda acorda se sentindo cansado
  • Problemas de memória
  • Pneumonia
  • Feridas genitais

O vírus se torna transmissível a partir do momento em que é introduzido no seu corpo. Durante o estágio inicial da infecção, sabe-se que a corrente sanguínea contém níveis mais altos de HIV, facilitando a transmissão do vírus para outras pessoas.

Como nem todos experimentam sintomas precoces do HIV, fazer o teste para o HIV é a única maneira de saber se você contraiu o vírus. O diagnóstico precoce do vírus também permite que uma pessoa HIV positiva inicie o tratamento. O tratamento adequado ajuda a eliminar o risco de transmissão do vírus para outras pessoas e seus parceiros sexuais.

Quais são os estágios do HIV?

De um modo geral, existem três estágios principais do HIV, e os sintomas também tendem a variar dependendo do estágio em que você está. O primeiro estágio do HIV é conhecido como infecção primária ou aguda pelo HIV. Esse estágio também é chamado de síndrome retroviral aguda. Durante essa fase, é provável que as pessoas experimentem os sintomas típicos da gripe, dificultando a distinção de uma infecção respiratória ou uma infecção gastrointestinal.

O segundo estágio é conhecido como estágio de latência clínica. Nesta fase, o vírus não é muito ativo, embora ainda esteja muito presente dentro do seu corpo. Durante esse segundo estágio, você pode não apresentar sintomas, mesmo que a infecção viral causada pelo HIV continue progredindo em níveis muito baixos.

Esse período de latência clínica pode durar até uma década ou algumas vezes até mais. Muitas pessoas não experimentam nenhum sintoma da doença durante todo esse período de dez anos.

O último e último estágio do HIV é conhecido como estágio 3 ou AIDS. Durante esta fase da doença, seu sistema imunológico já está gravemente danificado e também suscetível a outras infecções oportunistas. 6 ) Estes podem incluir:

  • Candidíase
  • Meningite criptocócica
  • Criptosporidiose
  • Infecção por citomegalovírus
  • Infecção por vírus herpes simplex
  • Pneumonia por Pneumocystis
  • Septicemia por Salmonella ou intoxicação alimentar
  • Toxoplasmose
  • Tuberculose
  • Complexo Mycobacterium avium (MAC)

Quando o HIV atinge o estágio 3, os sintomas associados à infecção viral se tornam cada vez mais aparentes. Esses sintomas podem incluir:

Os sintomas associados ao próprio HIV, incluindo comprometimento cognitivo, também começam a se tornar aparentes.

A sua taxa de sobrevivência de uma infecção por HIV também depende de qual estágio seu tratamento foi iniciado. Se o tratamento é iniciado em um estágio inicial, aumenta as chances de você conseguir gerenciar a doença e ter uma vida mais longa. 7 )

Pontos a considerar

Quando você olha para os sintomas do HIV, é melhor lembrar que não é necessariamente apenas o HIV que deixa as pessoas doentes. Existem muitos sintomas do HIV, especialmente os graves que podem surgir de infecções oportunistas associadas, como descrito acima.

Os germes responsáveis ​​por causar essas infecções oportunistas geralmente não afetam as pessoas que têm um sistema imunológico saudável e intacto. Mas, devido ao HIV, o sistema imunológico fica comprometido, esses vírus e bactérias são capazes de atacar o corpo, causando doenças. As pessoas que não apresentam sintomas durante os estágios iniciais do HIV podem começar a sentir-se doentes e tornar-se sintomáticas se o vírus começar a progredir.

Conclusão – Importância do teste de HIV

O teste de HIV é essencial porque, mesmo que uma pessoa esteja vivendo com HIV, mas não tenha nenhum sintoma, ela ainda pode transmitir o vírus a outras pessoas. Outras pessoas que contraem o vírus acabam passando o vírus para mais pessoas através da troca de fluidos corporais ou de outras formas de infecção. Com os avanços da tecnologia, é possível eliminar o risco de transmissão deste vírus a outras pessoas HIV-negativas se você iniciar o tratamento a tempo.

De acordo com as recomendações dos Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) 8 ) , o tratamento com terapia antirretroviral pode causar a supressão do vírus, impedindo a transmissão para parceiros sexuais negativos para o HIV. Quando uma pessoa que tem HIV é capaz de manter uma carga indetectável do vírus, ela é incapaz de transmitir o HIV a qualquer outra pessoa. Uma carga viral indetectável é normalmente considerada como tendo menos de 200 cópias do vírus em um mililitro (mL) de sangue.

Fazer o teste para o HIV é a única maneira possível de determinar se o vírus está presente no seu corpo. Existem certos fatores de risco que aumentam muito a probabilidade de uma pessoa contrair o HIV. Por exemplo, pessoas que fazem sexo sem usar preservativo ou que compartilham agulhas devem considerar consultar seu médico e fazer o teste para o HIV.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment