O que é a Síndrome do Glúteo Profundo e Como é Tratada?

Se você está sentindo dormência e dor nas nádegas ou na parte de baixo que correm pela parte de trás de suas pernas, então você pode estar sofrendo de dor profunda nos glúteos ou síndrome glútea profunda. Esta é uma condição delicada e deve ser abordada medicamente. Vamos entender a síndrome glútea profunda, seus sintomas, causas e tratamento em detalhes.

A síndrome glútea profunda é uma condição comum e tem muitas causas e condições relacionadas a ela. A principal razão por trás da dor na síndrome glútea profunda é a pressão causada pelos músculos, pele e vasos sanguíneos nos nervos. A pressão força os nervos a enviar sinais de dor ao cérebro. Se há uma pequena quantidade de dor que desaparece em alguns dias, isso é normal e pode acontecer com qualquer pessoa. No entanto, no caso da síndrome glútea profunda, geralmente é grave e permanece por um longo período de tempo e requer atenção médica. Essa dor não desaparece apenas pelo repouso.

Além das causas e sintomas da síndrome glútea profunda, é importante observar as condições médicas associadas à síndrome glútea profunda. Alguns destes são:

Síndrome do piriforme: Anteriormente, a dor no glúteo era chamada de síndrome do piriforme, pois os médicos achavam que sempre provinha do piriforme, que é um músculo da nádega. O nervo ciático é pressionado por causa do músculo que causa dor. No entanto, existem muitos outros músculos que podem causar dor no glúteo e resultar em síndrome glútea profunda.

Ciática: A ciática é um sintoma de uma condição na qual o nervo ciático é pressionado. Controla os músculos do joelho e a parte inferior da perna. Esse nervo permite que você sinta a parte de trás da coxa, da perna e da sola do pé. Em suma, qualquer problema com o nervo pode causar dor severa em toda a parte inferior do corpo, especialmente no lado afetado, que não desaparece facilmente.

Como estas são condições associadas, elas podem estar presentes juntamente com a síndrome glútea profunda ou precisam ser descartadas antes de confirmar o diagnóstico de síndrome glútea profunda.

Sintomas da Dor Gluteal Profunda

Os sintomas da síndrome glútea profunda aparecem principalmente em um lado do corpo, dependendo da causa e da condição subjacente. Em alguns casos, a dor na síndrome glútea profunda pode estar presente em ambos os lados, o que pode ser difícil de controlar.

Alguns dos sintomas mais comuns da síndrome glútea profunda incluem

  • Dor causada pela pressão do nervo ciático
  • Sensação de ternura e dor nas nádegas
  • Dormência na nádega que pode descer até a parte de trás da perna
  • Desconforto enquanto está sentado
  • Agravamento da dor quando você tenta se sentar
  • Dor severa na parte inferior do corpo

Quando consultar um médico para síndrome glútea profunda

Embora você não deva ignorar a dor lombar , mesmo que não seja aguda, mas nos casos mencionados abaixo, é necessária atenção médica imediata. Aqui estão algumas das preocupações mais importantes que poderiam ser os sintomas da síndrome glútea profunda e, portanto, devem receber atenção médica.

  • Se você sentir a dor em sua nádega, perna, coxa e sola do pé por um longo período de tempo e ele não vai embora.
  • Se a dor piorar com o tempo
  • Se você começar a sentir dor depois de uma lesão
  • Se a dor levar a dormência nas nádegas, coxa e perna
  • Se você achar difícil controlar seu pé
  • Se você tiver dificuldade em controlar seu momento da bexiga e do intestino

Causas da Síndrome Glúteo Profunda

As causas da síndrome glútea profunda estão relacionadas principalmente aos músculos irritados que exercem pressão sobre o nervo ciático. Algumas circunstâncias que podem levar a irritação dos músculos e causar síndrome glútea profunda incluem o seguinte.

  • Se você entrar em trabalho sentado por um longo período de tempo
  • Se você se exercita muito
  • Se você pratica atividades físicas como correr, caminhar ou subir muitas escadas todos os dias
  • Se você pratica esportes especialmente futebol e basquete
  • Se o seu trabalho inclui levantar objetos pesados
  • Se você se deparou com um acidente ou teve uma queda
  • Se você torceu o quadril com muita força e rapidez
  • Se houver uma ferida profunda

Diagnóstico e testes para síndrome glútea profunda

O diagnóstico da síndrome glútea profunda é baseado na história, exame físico e algumas investigações, se necessário. Algumas das perguntas que ajudam seu médico a entender a gravidade da condição incluem:

  • Quando você começou a sentir a dor?
  • A dor dispara de sua nádega para as pernas?
  • Você acha difícil sentar?
  • Você já esteve em um acidente?
  • Você se exercita diariamente? Se sim, quais regimes você segue?
  • Você tem uma história de músculos fracos na sua família?

Com a ajuda das respostas que você fornecer, o médico determinará se os exames como ressonância magnética ou tomografia computadorizada são apropriados. A imagem ajudará o médico a entender os danos causados ​​ao nervo e fornecerá as informações necessárias para prescrever medicação e terapia.

Tratamento da Síndrome Glúteo Profunda

O tratamento da síndrome glútea profunda inclui medicação adequada, conforme prescrito pelo médico e fisioterapia. Alguns dos fatores importantes que ajudam no tratamento da síndrome glútea profunda incluem

  • Aplicar gelo e compressa quente, conforme apropriado
  • Exercícios leves e alongamentos regulares
  • Descanso adequado e relaxamento muscular
  • Reduzindo um pouco de peso para liberar a carga na região lombar e nos quadris

Em alguns casos raros, o médico pode considerar o tratamento cirúrgico. Só é prescrito se o dano ao nervo for irreversível.

Prevenção da Síndrome Glúteo Profunda

Se você começar a sentir dor na sua nádega, certifique-se de descansar. Não se esforce com seus exercícios ou atividades diárias. Consulte um médico assim que possível. Em muitos casos, a dor desaparece em alguns dias, mas se piorar ou se você sentir dormência na nádega e na parte inferior do corpo, é hora de verificar com o médico para evitar mais danos aos nervos.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment