Quais são os sintomas da MGUS ou gamopatia monoclonal de significado indeterminado?

A gamopatia monoclonal de significado indeterminado é uma doença rara que é representada pela presença anormal de uma proteína denominada proteínas monoclonais. Essas proteínas também são chamadas de proteína M. Eles são formados quando o plasma produz essas proteínas em vez de anticorpos quando o corpo luta contra a infecção. Os níveis de proteína M podem aumentar lentamente, levando a outros distúrbios. Pode estar associado a outras doenças. Geralmente é visto em pessoas idosas de 70 anos ou mais. Geralmente não representa sinais e sintomas. Também reduz a densidade óssea pode causar fraturas ósseas. É uma condição benigna que pode progredir para cânceres como linfoma, mieloma, etc.

A maioria dos casos de gamopatia monoclonal de significado indeterminado não apresenta nenhum sinal ou sintoma. Esta doença é diagnosticada acidentalmente em um exame de sangue feito para outras condições. Em casos raros, os seguintes sintomas estão presentes:

  • Sensação de formigueiro
  • Dormência devido ao envolvimento dos nervos
  • Fraqueza nos nervos
  • Erupções cutâneas ou irritação na pele
  • Perda óssea ou fraturas ósseas

Os fatores de risco que podem promover o desenvolvimento de gamopatia monoclonal de significado indeterminado são

  • Sua incidência aumenta com o aumento da idade. Ela se desenvolve em pessoas idosas cuja idade é de 70 anos ou mais. Sua incidência é maior na idade de 85 anos ou mais.
  • A exposição constante a pesticidas também possui o risco de desenvolver MGUS.
  • A doença é mais comum em africanos e afro-americanos do que pessoas brancas.
  • Os machos são mais afetados que as fêmeas.
  • Há grandes chances de desenvolver MGUS se houver uma história familiar dessa doença.

Complicações da Gamopatia Monoclonal de Significância Indeterminada

A gamopatia monoclonal de significado indeterminado tem um por cento de chance de evoluir para distúrbios sérios. Depende do tipo de MGUS que o paciente desenvolveu e estes podem ser entendidos seguindo-se

IgM MGUS – é detectado em 15% dos pacientes da MGUS. Prossegue para câncer raro como linfoma, macroglobulinemia de Waldenstrom, amiloidose AL, etc.

MGM não IgM – é um tipo mais comum de MGUS que frequentemente se converte em mieloma múltiplo. É menos provável que prossiga para outros distúrbios cancerígenos, como amiloidose AL ou doença de deposição de cadeia leve.

Cadeia Leve MGUS – pode preceder a uma condição na qual a proteína M é filtrada dos rins e passada na urina. Esta condição é conhecida como proteinúria de Bence Jones. Pode também progredir para mieloma múltiplo de cadeia leve, doença de depósito de cadeia leve ou amiloidose AL. As outras complicações da gamopatia monoclonal de significado indeterminado são as fraturas ósseas, problemas relacionados à coagulação sanguínea e ao rim.

A gamopatia monoclonal de significado indeterminado (MGUS) é uma doença caracterizada pela presença de proteína específica denominada proteína monoclonal ou proteína M no sangue. Esta proteína é uma proteína anormal formada a partir de glóbulos brancos. É produzido por células plasmáticas na medula óssea, em vez de anticorpos. Circula no sangue. Esta doença é frequentemente associada a outras doenças e, lentamente, irá prosseguir para outros problemas, como o cancro do sangue, ao longo de um período de anos. No entanto, este progresso é lento e gradual, o que leva a perda lenta de densidade óssea e pode causar fraturas.

A gamopatia monoclonal de significado indeterminado deve ser monitorada regularmente para verificar os níveis de proteína M no sangue. Isso ajudará a verificar o progresso da doença para outras complicações, como mieloma múltiplo, linfoma, etc. Essa progressão pode ser evitada com o tratamento ou complicações podem ser tratadas em um estágio anterior. Se os níveis de proteína M permanecerem constantes e não aumentarem durante anos, isso não requer tratamento.

Conclusão

A gamopatia monoclonal de significado indeterminado é uma condição benigna que leva à presença de proteínas anormais denominadas proteína M no sangue. Não mostra sinais e sintomas. Em casos raros, causa irritação na pele, fraturas ósseas e sintomas nervosos, como formigamento, dormência e fraqueza.

Leia também:

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment