Problema de pele

Você pode nadar em uma piscina com molusco contagioso?

Molusco contagioso é uma doença comum transmitida pela água que torna as pessoas apreensivas sobre a entrada em uma piscina pública. As pessoas são, na maioria das vezes, deixadas em dúvida se devem entrar em uma piscina quando estão sofrendo desta doença de pele e alguns indivíduos saudáveis ​​têm fobia de entrar em piscinas públicas, em relação à contração de doenças transmitidas pela água, incluindo molusco contagioso. Não há maior forma de exercício e atividade recreativa do que dar um mergulho na piscina ou deixar seus filhos entrarem na piscina com outras crianças. O que acontece quando você contraiu esta doença terrível da pele e é um entusiasta de natação ou quando seu filho está sofrendo desta doença, mas ele insiste em acompanhar seus outros amigos para a piscina. O que então? Isso nos leva à questão, se deve entrar na piscina quando você tem molusco contagioso. Você deve esperar que a condição da pele se resolva? Você deveria dar um mergulho, afinal?

Table of Contents

Você pode nadar em uma piscina com molusco contagioso?

Bem, para responder à pergunta, realmente depende da gravidade da condição da pele e do seu tato para lidar com a situação que decide se você pode nadar apesar da doença de pele. A boa notícia é que, com várias precauções, você ainda pode nadar em uma piscina sem transmitir a doença a outras pessoas. Embora, quando a doença é grave, é aconselhável ficar longe da piscina.

Quais são os fatos sobre o molusco contagioso?

Existem vários mitos em torno desta condição da pele e há muitas perguntas não pesquisadas e não respondidas. Há estudos sobre o comportamento de natação e banho de pessoas em relação ao molusco contagioso. As variáveis ​​significativas encontradas foram relacionadas à natação em piscinas escolares, juntamente com a partilha de diversos fômites, como toalhas de banho ou esponja de banho, com uma pessoa infectada por molusco contagioso. Não havia relação com o compartilhamento de uma piscina pública, piscina particular, nadar na praia, usar um spa privado ou dividir uma banheira com uma pessoa infectada com molusco contagioso. As perguntas se o vírus do molusco contagioso é erradicado pela água da piscina clorada, ou se o vírus pode sobreviver na natação piscina água e se assim for, então por quanto tempo é o vírus viável na água da piscina ainda estão sem resposta.

Quais precauções podem ser tomadas durante a natação?

Nadar com infecção por molusco contagioso não levanta nenhum olho e as pessoas não são proibidas de usar uma piscina. No entanto, certamente pode-se evitar a transmissão da infecção e prevenir a transmissão da infecção a nadadores saudáveis, sendo necessário tomar certas medidas e precauções. Isso inclui manter a área de infecção limpa, usar ataduras à prova d’água para cobrir as áreas expostas das pápulas, descartar essas ataduras depois que elas estiverem sujas e trocá-las regularmente. Outras precauções incluem evitar o compartilhamento de equipamentos de natação, juntamente com itens pessoais, como chuteiras, óculos, roupas de banho, brinquedos de natação em casos de crianças, toalhas de banho, esponjas de banho e outros equipamentos que possam entrar em contato direto com a pele.

Também é importante tomar banho antes e depois de sair da piscina. Esta é, de fato, uma boa higiene pessoal, em vez de uma medida preventiva para evitar a transmissão, porque a água da piscina pública não foi mostrada para transmitir o vírus. Cuidados especiais devem ser tomados em casos de crianças, porque esta é uma doença comum que é prevalente entre crianças de 1-10 anos de idade. Desde então, o vírus é transmitido de contato pele a pele e fomites, torna muito difícil manter as crianças de compartilhar seus brinquedos, abraçando e fazendo contato físico casual.

Molusco contagioso é uma condição não séria e benigna que resolve sozinha. No entanto, este não deve ser o motivo para negligenciar a condição, porque se não for levado a sério e negligenciado, pode ser realmente problemático e desconfortável. É melhor tomar medidas preventivas adequadas e também tratamento, quando necessário.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment