Remédios naturais para comprometimento cognitivo leve

O comprometimento cognitivo leve refere-se ao estágio intermediário e em meio à perda de memória regular devido aos diagnósticos de demência e idade. A extensão do declínio cognitivo muitas vezes tende a notar primeiro entre os membros da família e amigos. No entanto, os médicos recomendam para teste cognitivo para medir o problema. O comprometimento cognitivo leve é ​​o estágio anterior para desenvolver demência, mas na maioria dos casos, a condição de um indivíduo permanece estável.

Se você é um paciente com comprometimento cognitivo leve, é essencial manter-se atento, de modo a evitar facilmente os efeitos negativos relacionados ao declínio cognitivo. Mesmo que conviver com problemas de MCI, é necessário seguir alguns remédios naturais comuns para administrar sua doença de uma maneira melhor, como discutimos aqui.

Plano de dieta . Um plano de dieta adequado pode ser usado como um remédio natural para o comprometimento cognitivo leve. Para alcançar a saúde ideal do seu cérebro, é essencial consumir no mínimo 20% de gorduras poliinsaturadas e mono-saturadas. Você pode obter essas gorduras de azeite e peixe.

Redução do estresse . Efeitos do estresse são desgaste de seu cérebro. O estresse pode roubar a memória de várias lembranças preciosas. Por isso, é essencial que um paciente com comprometimento cognitivo leve identifique as principais técnicas relacionadas à redução dos níveis de estresse. Os médicos recomendam frequentemente para meditação, yoga, exercícios físicos e técnicas de respiração como métodos eficazes para gerenciar seu estresse.

Exercício Físico . O exercício regular pode ser usado como um remédio natural para o comprometimento cognitivo leve. O exercício físico é uma excelente maneira de melhorar a função do cérebro. Isso não só ajuda a reduzir seus níveis de estresse, mas também aumenta o fluxo sanguíneo em direção ao cérebro enquanto você faz exercícios físicos. No entanto, você tem que realizar alguns exercícios mentais junto com os físicos. Estes incluem aprender qualquer nova linguagem ou completar palavras cruzadas, para que seu cérebro recebe exercícios suficientes.

Medicamentos . Os médicos podem receitar-lhe alguns medicamentos para melhorar os seus sintomas de comprometimento cognitivo leve. Mesmo que o comprometimento cognitivo leve não tenha nenhum medicamento específico, o estudo de pesquisa continua em andamento.

Sintomas de comprometimento cognitivo leve

Embora os subtipos de comprometimento cognitivo leve incorporem sintomas específicos, o comprometimento cognitivo leve envolve alguns sintomas adicionais, que incluem os seguintes sintomas:

  • Perdendo o trem do seu pensamento
  • Esquecimento
  • Esmagadora no processo de tomada de decisão
  • Dificuldade para navegar em várias áreas familiares
  • Depressão
  • Impulsividade
  • Apatia
  • Ansiedade
  • Irritabilidade

Subtipos de comprometimento cognitivo leve

De acordo com os sintomas específicos, os especialistas identificaram dois subtipos diferentes de problemas de comprometimento cognitivo leve. Esses incluem-

  • Comprometimento cognitivo leve anormal, que apresenta perda de memória como principal sintoma
  • O comprometimento cognitivo leve não-anestético envolve problemas relacionados ao planejamento, organização, aprendizagem e pensamento

Conclusão

Os remédios naturais mencionados acima não são apenas úteis em viver de uma maneira melhor com MCI ou seja, comprometimento cognitivo leve, mas também ajudam na prevenção do problema de Alzheimer. Considerando cada um dos aspectos, devemos dizer que o comprometimento cognitivo leve é ​​gerenciável e, a menos que você receba o apoio adequado de seus familiares e amigos, você pode continuar a ter uma vida saudável.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment