Testes e Procedimentos

O que é o ultrassom vaginal durante a gravidez: objetivo, precisão, procedimento, benefícios, riscos

A existência de uma gravidez pode ser determinada por uma simples urina ou exame de sangue. Para confirmação adicional da gravidez, os médicos sugerem um ultra-som. Ao contrário do anterior, a ultrassonografia é considerada segura durante a gravidez e é realizada para fins específicos, conforme recomendado. Normalmente, a ultrassonografia abdominal e a ultrassonografia transvaginal ou vaginal são realizadas durante a gravidez. Conheça o ultrassom vaginal na gravidez neste artigo.

Um ultra-som é um procedimento realizado onde o útero é digitalizado e imaginado. Isso ajuda a identificar a existência de um saco gestacional uterino. Além do saco gestacional, a ultrassonografia ajuda a determinar a viabilidade da gravidez; também se é único ou mais. Durante um período de tempo, os testes de ultra-som fornecem informações como o crescimento do embrião, a idade gestacional do feto, bem como a colocação do embrião e da placenta no saco.

A ultrassonografia vaginal durante a gravidez é aconselhada por médicos em horários específicos para uma finalidade específica, dependendo da saúde da gestante e do feto em crescimento.

Objetivo do ultra-som vaginal na gravidez

A ultrassonografia vaginal na gravidez é muito útil na determinação do crescimento adequado do feto, bem como na identificação de quaisquer anormalidades físicas. Um ultra-som precoce ajuda a confirmação da viabilidade da gravidez. O ultra-som pode ser realizado a partir da 4ª ou 5ª semana da gravidez, o que mostra a existência de um embrião com batimento cardíaco e um saco gestacional. Se o ultra-som não mostrar sinais de um coração batendo, a gravidez é declarada como não viável. O ideal é que o saco gestacional esteja dentro do útero. Se o saco gestacional estiver fora do útero, é um caso de gravidez ectópica, que é um tipo de gravidez não viável.

O principal objetivo da ultrassonografia vaginal na gravidez em estágios iniciais é determinar a viabilidade do embrião e, em estágios posteriores, o crescimento periódico do feto.

Precisão do ultrassom vaginal na gravidez

Com o crescimento tecnológico das ciências médicas, pode-se dizer que a precisão do ultrassom vaginal na gravidez, com equipamentos de ponta, é excepcional. A ultrassonografia vaginal avalia a situação e a viabilidade da gravidez da maneira mais precisa, fornecendo uma imagem clara do útero e do embrião ou feto crescendo dentro dele.

Alguns fatores são levados em consideração durante a realização de uma ultrassonografia que busca dados precisos sobre a localização do embrião, batimentos cardíacos, tamanho do saco gestacional, presença de gravidez ectópica, quantidade adequada de líquido amniótico no saco, colocação da placenta, qualquer malformação além do embrião e até mesmo o número de embriões no saco. Além destes, a idade gestacional e a taxa de crescimento do embrião também podem ser determinados com precisão através de um procedimento de ultra-sonografia vaginal. A precisão que um ultrassom vaginal proporciona é a maneira mais confiável de calcular a data de vencimento da gravidez.

Procedimento de ultrassonografia vaginal na gravidez

O procedimento para uma ultrassonografia vaginal na gravidez envolve a inserção de uma sonda de imagem na vagina . A sonda é pressionada contra a parede externa da vagina para escanear e gravar imagens do útero. A ponta da sonda é coberta com uma capa protetora por razões higiênicas e lubrificada com uma pequena quantidade de gel para facilitar o movimento suave. Uma vez inserida na vagina, a sonda envia ondas sonoras de alta frequência que são inaudíveis para os ouvidos humanos, para capturar as imagens do útero e dos ovários através do colo do útero.

A ultrassonografia abdominal proporciona uma melhor visualização quando a bexiga está parcialmente cheia, o que muitas mulheres acham difícil durante a gravidez. No entanto, tal requisito não é necessário para a ultrassonografia vaginal na gravidez, que é um dos seus principais benefícios. Um ultrassom vaginal pode ser realizado com sucesso somente após a 4ª semana de gestação, já que antes da 4ª semana o útero não apresenta sinais de embrião vivo.

Uma vez que é determinado que existe uma gravidez viável no útero, os médicos podem sugerir ultrassons vaginais ou ultra-sonografias abdominais em intervalos regulares ou a qualquer momento durante a gravidez para acompanhar o crescimento do feto. A frequência do ultra-som também pode depender dos sintomas nas mulheres grávidas. Se qualquer sintoma anormal é experimentado, um ultra-som é sugerido para verificar o batimento cardíaco do feto e outros aspectos, como sangramento, retenção de água ou malformações no útero. A ultrassonografia oportuna e regular ajuda a garantir que o feto esteja crescendo adequadamente e que a gravidez seja segura.

Benefícios e riscos do ultrassom vaginal na gravidez

Os benefícios de um ultrassom vaginal podem ser listados da seguinte forma:

  • O principal benefício de uma ultrassonografia vaginal na gravidez é a precisão que ela oferece.
  • A mulher submetida a ultrassonografia vaginal não precisa consumir água antes do procedimento para fornecer uma imagem clara. A sonda inserida na vagina para o ultra-som é capaz de capturar imagens precisas, independentemente da bexiga estar cheia ou vazia.
  • Embora um leve desconforto esteja envolvido, esse tipo de ultrassom é fácil e seguro, já que não são usadas radiações.
  • O ultra-som fornece uma imagem completa do útero e dos ovários para que quaisquer malformações, anormalidades possam ser identificadas. Além destes, o ultra-som dá uma imagem clara do crescimento do embrião ou feto.

O único fator de risco em um ultrassom vaginal na gravidez é o risco de infecções que podem ser evitadas mantendo-se a higiene adequada com os dispositivos de ultra-som.

Conclusão

A ultrassonografia vaginal na gravidez tornou-se popular nos últimos anos devido à precisão da imagem no procedimento. Não há risco de danos à mãe ou ao feto e, portanto, o procedimento é considerado seguro, quando realizado corretamente por especialistas. É uma maneira ideal de acompanhar o crescimento e a saúde fetal. Também ajuda a avaliar outros aspectos, como a colocação da placenta, a quantidade de líquido amniótico , a posição do feto e a idade gestacional. Por isso, é aconselhável realizar a ultrassonografia vaginal durante a gravidez, conforme aconselhado pelo médico e estar ciente do estado da gravidez.

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment