Compreender a importância das vitaminas da tiróide

A glândula tireóide do corpo tem muitos papéis importantes a desempenhar. É uma pequena glândula em forma de borboleta que está presente em sua garganta e é responsável pela rapidez com que seu corpo queima calorias e também por controlar o ritmo do seu batimento cardíaco. A glândula tireoide cumpre suas responsabilidades liberando dois hormônios principais da tiróide – tiroxina e triiodotironina. A fim de manter uma glândula tireóide saudável e funcional, você precisa de muitos tipos de vitaminas e minerais para suportar os níveis normais dos hormônios da tireóide. Essas vitaminas devem fazer parte de sua dieta diária ou devem ser consumidas como suplemento se você não estiver recebendo vitaminas adequadas através de sua dieta. Compreender a importância destas vitaminas da tiróide é fundamental para garantir o bom funcionamento da glândula tireóide.

A glândula tireóide está localizada na base do pescoço e tem um papel enorme a desempenhar na regulação do seu metabolismo. A glândula produz dois hormônios primários, que são:

  1. Tiroxina (T4)
  2. Triiodotironina (T3)

Esses dois hormônios ajudam a garantir que todas as células do corpo estejam funcionando como deveriam e também controlam seu metabolismo. Além disso, eles regulam muitas das funções essenciais do corpo, incluindo a freqüência cardíaca, a respiração, os níveis de colesterol, os níveis de pressão arterial, o peso corporal e o ciclo menstrual.

Quando os níveis dos hormônios da tireóide se tornam desequilibrados, isso afeta sua saúde geral. Ter baixa função da tireoide está associada a muitas condições e distúrbios de saúde, como:

É possível prevenir o desenvolvimento de muitas dessas doenças ou mesmo eliminá-las completamente, tomando vitaminas para uma boa saúde da tireóide.
Aqui estão alguns dos benefícios de ter uma boa saúde da tireóide:

Uma glândula tireóide funcionando corretamente significa que seus órgãos estão funcionando bem. Sabe-se que os hormônios tireoidianos afetam o funcionamento e o desenvolvimento de todas as células do corpo. Esses hormônios também controlam o metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas. Isso regula como as células usam compostos energéticos. Os hormônios da tireóide também ativam o metabolismo das vitaminas no organismo.

Ter uma tireóide saudável significa que seu corpo é capaz de produzir quantidades suficientes de cálcio.

O hormônio T3, produzido após a desiodação no organismo, ajuda a aumentar o consumo de oxigênio dos tecidos do corpo por meio de uma bomba de sódio-potássio e do metabolismo da gordura.
O hormônio T3 também ajuda a diminuir os níveis de colesterol, aumenta o anabolismo de proteínas e também aumenta a absorção de carboidratos no organismo.

 

Compreender a importância do iodo para a saúde da tiróide

O iodo é o nutriente mais importante relacionado à sua saúde na tireóide. O iodo é necessário para o funcionamento saudável da glândula tireóide, pois a glândula usa iodo para fabricar hormônios.

A deficiência de iodo, embora rara nos Estados Unidos devido ao uso disseminado de sal iodado, é comum em muitos países em desenvolvimento, e pode causar uma condição conhecida como hipotireoidismo. (3) O hipotireoidismo é causado quando a tireóide produz muito pouco do hormônio. Essa condição também causa ganho de peso, baixos níveis de energia e muitos outros sintomas. Também é uma condição mais comum do que o hipertireoidismo, que ocorre quando há excesso de hormônio tireoidiano produzido pela glândula. O consumo excessivo de iodo também pode desencadear hipertireoidismo em muitas pessoas, e é por isso que tomar suplementos de iodo não é normalmente recomendado.

Alimentos que são ricos em iodo que você deve incluir na sua dieta são os seguintes:

  • Algas marinhas, como alga Kombu, Wakame, Nori
  • Bacalhau
  • Itens lácteos, como leite, iogurte, queijo e queijo cottage
  • Sal iodado
  • Camarão
  • Atum
  • Ovos
  • Ameixas secas
  • Feijão de lima

Importância de vitaminas e minerais necessários para a saúde da tireóide

Além do iodo, há também muitas outras vitaminas e minerais que você deve incluir em sua dieta regular ou tomar como suplementos para garantir o funcionamento saudável da glândula tireóide. Esses incluem:

Vitamina A: A vitamina A é geralmente associada a uma pele saudável, boa visão e dentes saudáveis. No entanto, a vitamina A também tem um papel enorme a desempenhar no metabolismo dos hormônios da tireóide, e você precisa consumir uma quantidade suficiente de vitamina A para garantir o bom funcionamento da sua glândula tireóide. Uma deficiência de vitamina A no organismo pode fazer com que a glândula tireóide pare de funcionar adequadamente. (4) Alimentos ricos em vitamina A que você deve incluir em sua dieta incluem:

  • óleo de fígado de bacalhau
  • Cenouras
  • Bife de fígado
  • Batata doce
  • Black Eyed Peas
  • Espinafre
  • Brócolis
  • Pimentão vermelho
  • Melão Cantaloupe
  • Manga
  • Damascos secos
  • Suco de tomate
  • Torta de abóbora
  • arenque

Vitamina B: A vitamina B também é um nutriente importante, especialmente para pessoas que têm hipotireoidismo. Isso ocorre porque as vitaminas do grupo B têm inúmeras interações com a função da tireóide, bem como com a regulação hormonal. No caso das vitaminas da vitamina B, é recomendável que você tome um suplemento nutricional que inclua toda a gama de vitaminas do complexo B. Você também pode precisar tomar suplementos adicionais de vitamina B12 se um exame de sangue mostrar que seus níveis estão baixos. A vitamina B12 é importante, uma vez que desempenha um papel crítico no metabolismo das células vermelhas. É responsável por aumentar seus níveis de energia, torná-lo aguçado e também por fortalecer seu sistema nervoso. Uma deficiência de vitamina B12 é geralmente causada por problemas digestivos prolongados. Algumas das boas fontes de alimentos que são ricos em vitamina B incluem:

  • Leite
  • Nozes
  • Legumes
  • Grãos integrais
  • Iogurte
  • Carne
  • Ovos
  • Peixe
  • Sementes
  • Vegetais folhosos escuros

Vitamina D: A pesquisa mostrou que a condição de hipotireoidismo é acompanhada de deficiência de vitamina D. (5) Às vezes é difícil incluir fontes suficientes de vitamina D em sua dieta, então suplementos de vitamina D ou mesmo tomar multivitaminas que contenham vitamina D podem ser uma escolha mais apropriada. Algumas boas opções de alimentos que você deve incluir em sua dieta que são ricos em vitamina D incluem:

  • Salmão
  • Sardinhas e arenque
  • Óleo de fígado de bacalhau (suplemento)
  • Atum enlatado
  • Ostras
  • Camarão
  • Gemas de ovo
  • Cogumelos
  • Cereais fortificados ou leite

Selênio: Outro mineral vital que é necessário para a saúde da tireóide é o selênio. O selênio desempenha muitas funções importantes no corpo, incluindo o metabolismo dos hormônios da tireóide. Ter níveis adequados de selênio no corpo é crucial para prevenir o desenvolvimento de doenças da tireóide. Tem sido frequentemente observado que os pacientes que têm várias doenças da tireóide geralmente têm baixos níveis de selênio. (6) De fato, o selênio é o nutriente mais importante que sua glândula tireóide necessita após o iodo. O selênio precisa estar presente para que o hormônio T3 seja produzido nas quantidades corretas. O selênio também é conhecido por proteger a glândula tireóide de danos oxidativos.

Alguns dos alimentos que fornecem a quantidade máxima de selênio são:

  • castanha-do-pará
  • presunto
  • Carne de porco e carne
  • Peixe
  • Peru
  • Queijo tipo cottage
  • Ovos
  • arroz castanho
  • Sementes de girassol
  • Cogumelos
  • Feijao cozido
  • Espinafre
  • Aveia
  • Iogurte e Leite
  • Castanha de caju
  • Lentilhas
  • Bananas

Zinco: O zinco é outro mineral essencial que sua tireóide precisa. Sabe-se que uma deficiência de zinco tem efeitos adversos no funcionamento da tireóide. Estudos também descobriram que tanto o hipotireoidismo quanto o hipertireoidismo podem causar deficiência de zinco. O zinco é o principal responsável na determinação do funcionamento do seu sistema imunológico e é exigido pela glândula tireóide para a mudança do hormônio T4 em T3. Os alimentos que você deve incluir em sua dieta para obter quantidades suficientes de zinco incluem:

  • carne vermelha
  • Mariscos, como ostras, caranguejos do Alasca, mexilhões, camarão
  • Legumes como lentilhas, grão de bico e feijão
  • Sementes de abóbora, cânhamo, abóbora, sementes de gergelim
  • Nozes, como amendoim, castanha de caju, amêndoas e pinhões
  • Produtos lácteos, como leite e queijo
  • Ovos
  • Cereais integrais, como quinoa, arroz, aveia e trigo
  • Chocolate escuro

Ferro: Seu corpo também precisa de níveis suficientes de ferro para manter a saúde da tireóide. Semelhante ao zinco e ao selênio, o ferro é necessário para converter o hormônio T4 inativo em hormônio T3 ativo. Alimentos ricos em ferro incluem:

  • Ostras
  • Mexilhão
  • Fígado de galinha
  • Camarão
  • Ovos
  • coxa de peru
  • Atum
  • Farelo de passas
  • tofu
  • Lentilhas
  • Feijão, como lima, marinha e rim
  • Melaço
  • Espinafre
  • arroz castanho
  • Manteiga de amendoim
  • Pão de trigo integral
  • Aveia instantânea
  • Perna de cordeiro
  • Carne (especialmente carne moída magra ou carne assada)

L-tirosina: L-tirosina é um aminoácido sintético que pode ser encontrado em nossa dieta. Este aminoácido sintético é essencial para a saúde da tiróide porque é necessário para a produção do hormônio tiroxina (T4). Também é necessário para a produção de epinefrina, dopamina e norepinefrina. Ter níveis suficientes deste aminoácido irá estimular o seu humor e também ajudá-lo a lidar com o estresse físico. Uma deficiência de L-tirosina pode causar distúrbios hipotireoideanos. Alimentos de alta tirosina incluem:

  • Soja
  • Queijo
  • Carne
  • Cordeiro e Carne de Porco
  • Peixe
  • Frango
  • Nozes
  • Sementes
  • Laticínios
  • Ovos
  • Feijões
  • Grãos integrais

Importância de tomar suplementos para a saúde da tireóide

Você descobrirá que a maioria dos nutricionistas recomendará que você obtenha os nutrientes necessários dos alimentos em comparação com os suplementos desses nutrientes. No entanto, consumir algumas das principais vitaminas e minerais da tireóide na forma de um suplemento pode ser útil se você não conseguir obter esses nutrientes de sua dieta. Aqui está uma olhada em quais suplementos são benéficos para sua saúde na tireóide.

Zinco: Estudos mostraram que tomar suplementos de zinco pode ajudá-lo a manter um nível saudável de hormônios da tireóide no corpo. (7)

Selênio: Nos casos em que uma pessoa tem uma doença da tireóide auto-imune, em seguida, tomar suplementos de selênio pode ser útil. Um suplemento de selênio pode ser útil, mas você não deve tomar mais do que 200 microgramas (mg) de selênio por dia, a menos que tenha sido informado pelo seu médico. (8)

Vitamina A: Em 2012, a Universidade de Ciências Médicas de Tabriz, no Irã, realizou um estudo em mulheres obesas, pré-menopáusicas, com maior risco de desenvolver hipotiroidismo. O estudo descobriu que tomar suplementos de vitamina A ajudou a diminuir significativamente esse risco. (9)

Além de tomar suplementos de um único item e vitaminas, ou as multivitaminas tradicionais, você também pode ver alguns produtos no mercado que afirmam ser bons para promover a “força da tireóide” ou ideal para “suporte da tireoide”. Estes suplementos vitamínicos e minerais para a tiróide podem ser uma forma conveniente de obter os principais nutrientes de que precisa, mas muitos destes produtos também são acompanhados por suplementos de ervas, incluindo ashwagandha.

Tenha em mente que, enquanto muitos suplementos fitoterápicos são seguros e bons para a saúde, esses suplementos não são testados e aprovados pela Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA), nem revisados ​​por qualquer outra autoridade com o mesmo nível de rigor e controle dos medicamentos. está.

Então, esses suplementos de ervas podem conter ingredientes que não estão listados no rótulo, e você não pode ter certeza sobre o quanto de um determinado ingrediente contém a pílula.

Muitos destes chamados produtos de suporte da tiróide também são conhecidos por conter hormônio tireoidiano sintético. Isso pode causar um desequilíbrio dos níveis hormonais no corpo, independentemente de você estar ou não tomando os hormônios sintéticos prescritos para a sua tireoide.

É por isso que é muito importante informar o seu médico se estiver a tomar suplementos de suporte para a tiróide ou quaisquer outros suplementos ou vitaminas.

Há algum risco de tomar suplementos para a tireóide?

Para muitas pessoas que têm hipotireoidismo, tomar um hormônio tireoidiano sintético na forma de uma pílula ajuda-os a aumentar seus níveis hormonais para equilibrar o nível necessário de hormônio no corpo. No entanto, existem muitos medicamentos, alimentos e suplementos que você precisa evitar se estiver tomando a versão sintética do hormônio da tireóide. Esses incluem:

  • Suplemento de cálcio
  • Suplementos de ferro
  • Ferro contendo multivitaminas
  • Antiácidos que contêm alumínio ou magnésio
  • Farinha de soja
  • Certos tipos de medicamentos redutores do colesterol, como os medicamentos contendo colestipol (nome comercial: Colestid) e colestiramina (nome comercial: Prevalite)
  • Farinha de caroço de algodão
  • Nozes
  • Suplementos e alimentos que contêm soja
  • Sucralfato (marca: Carafate) e outras formas de medicamentos para úlcera

Em alguns casos, ainda é possível consumir esses itens acima mencionados, mas é necessário aguardar algumas horas antes ou depois de tomar seus medicamentos para a tireoide. Você também deve discutir com seu médico sobre o cronograma diário que você deve seguir para ajudá-lo a diminuir o risco de ter qualquer tipo de interação adversa com esses itens.

Conclusão

Consumir uma dieta saudável e equilibrada é geralmente mais do que suficiente para fornecer os nutrientes necessários para ter uma tiróide saudável e funcional e também para o seu bem-estar geral.

Lembre-se que é necessário obter suficiente iodo em sua dieta, juntamente com as outras vitaminas e minerais importantes que você precisa para uma boa saúde da tireóide, como vitaminas A, D, zinco, selênio, ferro e magnésio.

Sempre tenha cuidado com produtos que são comercializados e estimulados como sendo vitaminas da tireóide, especialmente se você achar que eles contêm suplementos de ervas ou até mesmo uma pequena quantidade de hormônios sintéticos da tireóide.

Você também deve passar por um exame físico padrão uma vez por ano, que incluirá um exame físico de sua glândula tireóide para verificar se há alterações de forma ou tamanho. Se você perceber que você está experimentando qualquer sintoma de hipotireoidismo ou hipertireoidismo, então você deve consultar um médico o mais rapidamente possível.

Um simples exame de sangue é feito para verificar os níveis de hormônios da tireóide no corpo e ajuda a confirmar as condições de hipertireoidismo ou hipotireoidismo. Ele também irá ajudá-lo a determinar se você tem uma gama saudável de hormônios da tireóide.

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment