Transtorno Autoimune

O que é Síndrome Miastênica de Lambert Eaton: Causas, Sintomas, Tratamento

A Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton é uma desordem auto-imune extremamente rara que se caracteriza pelo início gradual da fraqueza muscular, especialmente dos músculos da coxa e da pelve. A Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton é, na maioria dos casos, um precursor do câncer de pulmão de pequenas células e afeta principalmente indivíduos com histórico de tabagismo crônico em longo prazo. A detecção do câncer de pulmão quase sempre segue o diagnóstico da Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton.

Esta condição é encontrada principalmente na população idosa, embora em alguns casos, mesmo que um indivíduo não tenha histórico de tabagismo e não tenha diagnóstico de câncer, ele pode ser afetado em qualquer idade com a Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton.

Quais são as causas da Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton?

A Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton é uma condição autoimune que significa que o mecanismo de defesa do corpo atua erroneamente contra os tecidos saudáveis ​​do corpo, levando-os a substâncias estranhas.

A Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton se desenvolve quando o sistema imunológico do corpo danifica os canais de cálcio na membrana nervosa motora. A função desses canais é induzir o cálcio nos nervos, resultando na liberação de acetilcolina.

A acetilcolina é uma substância química que atua como um mediador entre as células nervosas e os músculos do corpo. Devido a este dano, menos acetilcolina é produzida resultando em fraqueza muscular gradual, especialmente na região pélvica e coxa, nos casos de Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton.

Quais são os sintomas da Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton?

A principal característica da apresentação da Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton é a fraqueza muscular persistente e a letargia dos músculos pélvicos e da coxa. Como resultado desta doença, o indivíduo afetado pode não ser capaz de realizar qualquer tipo de atividade extenuante, como negociar escadas ou caminhar por longas distâncias.

O início dos sintomas é gradual e, à medida que a doença progride, os sintomas tendem a piorar. Conforme a condição avança, vários músculos do corpo começam a ser afetados, como os músculos do ombro e os músculos das extremidades inferiores.

O indivíduo afetado também começa a ter problemas com a fala e tende a ter disfagia também devido à Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton. A progressão dos sintomas é acelerada significativamente se houver um diagnóstico de câncer de pulmão de pequenas células que ocorre em quase todos os casos de Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton.

Além disso, o indivíduo afetado tenderá a ter boca seca, constipação, disfunção sexual e diminuição da transpiração. Perda de peso não intencional também é uma característica da Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton.

Como é diagnosticada a Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton?

O diagnóstico da Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton é feito a partir dos distintos sintomas que são causados ​​por essa condição, como fraqueza muscular e fadiga. Uma história de tabagismo crônico a longo prazo também aponta para um diagnóstico de Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton.

Para diagnosticar a fraqueza muscular, testes especializados na forma de EMG e testes nervosos podem ser feitos, o que irá delinear claramente a fraqueza muscular. Testes para níveis reduzidos de acetilcolina no organismo confirmam virtualmente o diagnóstico da Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton. Um teste de triagem para câncer de pulmão de pequenas células deve ser feito para todos os pacientes com diagnóstico conhecido de Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton.

Como é tratada a síndrome miastênica de Lambert-Eaton?

O tratamento da Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton depende de vários fatores, incluindo a idade e a saúde geral do indivíduo e a presença ou ausência de câncer no paciente. Se houver presença de câncer, o tratamento será direcionado primeiro para o tratamento do câncer. Isso pode acabar aliviando alguns dos sintomas causados ​​pela Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton também.

Para tratar a Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton, os imunossupressores podem ser de grande valor, especialmente em casos extremos de Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton.

Os fármacos utilizados no tratamento desta doença são a prednisona, isoladamente ou em combinação com azatioprina ou ciclosporina, que demonstrou ser bastante eficaz no alívio dos sintomas da Síndrome Miastênica de Lambert-Eaton.

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment