Tratamento da dor

Causas da dor de tiro neuropática no rosto, pescoço, costas, braços, pernas, abdômen

A dor do tiro é uma dor nociceptiva ou neuropática aguda ou crônica. Tiro de dor é grave, afiado e chicoteando em caráter.

O que é dor de tiro aguda?

A dor aguda dura menos de 3 a 6 meses.

O que é dor de tiro crônica?

A dor de tiro crônica dura mais de 6 meses.

O que é dor de tiro nociceptiva?

A dor aguda nociceptiva é frequentemente causada por irritação dos receptores periféricos e terminações nervosas. A dor nociceptiva é principalmente dor aguda. A dor nociceptiva de tiro é definida como dor penetrante aguda, demarcada e localizada.

O que é dor de tiro neuropática?

Dor de tiro neuropática está queimando e atirando em caráter. Atirar em queimação é muitas vezes contínuo, apesar dos estímulos desagradáveis ​​serem removidos. A dor é desencadeada pela irritação dos receptores periféricos e fibras nervosas. A dor de tiro neuropática é causada por anormalidades de transmissão de impulso e modulação em neurônios (células nervosas) na medula espinhal.

Qual é a transmissão normal de impulsos de dor?

Os impulsos de dor são transmitidos para a medula espinhal por fibras nervosas sensoriais de receptores periféricos quando os receptores são irritados ou estimulados. Os impulsos de dor são transmitidos pelos neurônios (células nervosas) na medula espinhal. Os neurônios modulam ou regulam os impulsos da dor.

O que é a modulação dos impulsos da dor?

Os impulsos da dor são retransmitidos pelas células nervosas da medula espinhal. As células nervosas modulam os impulsos da dor. A modulação envolve múltiplos neurotransmissores. A modulação regula a transmissão do impulso ao cérebro e controla os reflexos locais. A modulação também interrompe a transmissão do impulso ao cérebro quando os impulsos periféricos param de chegar à medula espinhal.

O que causa tiro neuropático dor?

A dor neuropica causada por secreo anormal de neurotransmissor ou modulao irregular de impulsos de dor na medula espinhal ou centros de dor no cebro. Os impulsos de dor são gerados na ausência de impulsos desagradáveis ​​pelos receptores de dor. Alterações comportamentais de receptores de dor no tecido periférico e neurônios na medula espinhal e no cérebro são observados em pacientes que sofrem de dor neuropática.

Causas da dor de tiro neuropática na cabeça, pescoço, costas, braços, pernas, abdômen, peito

  1. Traumatismo nos tecidos moles causando dor no pescoço, nas costas, nos braços e nas pernas

    1. Faca ou Ferida Penetrante da Pele – Tal ferimento provoca dor aguda nas extremidades, tórax e abdômen
    2. Lágrima Muscular – A ruptura muscular do pescoço, costas e extremidades são frequentemente causadas por lesões esportivas ou queda doméstica. Tiro dor como resultado da ruptura muscular é espalhado nas costas, pescoço, braços ou pernas.
    3. Ruptura do Tendão – Observada nos braços e pernas após torção da articulação ou lesão esportiva.
    4. Lágrima ou Ruptura Ligamentar – A laceração do ligamento causa dor ao longo do ligamento e é observada no pescoço, costas, braços ou pernas.
    5. Luxação do Tendão – A luxação do tendão é a separação do tendão do seu apego ao osso. A luxação do tendão provoca dor intensa súbita no tendão luxado, frequentemente nos braços e nas pernas.
    6. Luxação do ligamento – O ligamento é separado de sua fixação ao osso adjacente e tal lesão resulta em dor aguda intensa e aguda. A dor é observada em ligamentos lesados ​​nos braços e pernas.
    7. Pneumotórax – Ruptura súbita da pleura parietal ou pleura visceral causa pneumotórax, que resulta em bolsa de ar súbita fora dos pulmões e dor aguda. Tal condição pode ou não estar associada a dificuldades respiratórias.
  2. Inflamação que causa dor no abdome e pélvis

    1. Dor na Vesícula Biliar Causada por Colecistite – Observa -se dor no tiro no abdome superior direito.
    2. Apendicite – Dor no tiro observada ao longo do umbigo e abdome inferior direito.
    3. Cisto ovariano de ruptura – A ruptura do cisto ovariano causa dor intensa súbita no abdômen e na pelve inferior direito ou esquerdo.
  3. Infecções causam dor de tiro na cabeça e pescoço

    1. Meningite – Dor aguda na parte posterior do pescoço é causada por meningite.
    2. Encefalite – Tiro dor na cabeça é causada por encefalite
    3. Abscesso Encefálico – Aumento da pressão intracraniana (dentro do crânio) por causa do espaço que ocupa a lesão, que ocorre após a coleta do abscesso, que resulta em dor de cabeça ou dor intensa.
    4. Abscesso Epidural – Dor lombar ou dor no pescoço raramente é causada por abscesso epidural.
    5. Abscesso dentário – O abscesso dentário causa dor aguda ao dente e gengiva. A dor é freqüentemente espalhada sobre o osso maxilar ou mandibular.
  4. Úlceras como causa de tiro no abdômen e na boca

    1. Úlcera estomacal – A úlcera mucosa do estômago e do duodeno causa dor aguda. A dor é frequentemente sentida no abdome superior direito e no umbigo.
    2. Úlcera Oral – Úlcera oral múltipla provoca dor durante a mastigação e ingestão de sucos cítricos.
  5. Doenças Vasculares Que Causam Dor no Tiro

    1. Tiro de dor no abdômen e parte inferior das costas devido ao aneurisma abdominal – aneurisma da aorta abdominal rompido parcial provoca dor tiro clássico sobre parte inferior das costas e abdômen. O sintoma pode salvar vidas se investigado para descartar o aneurisma. A investigação e o diagnóstico precoces podem prevenir a ruptura do aneurisma que ameaça a vida.
    2. Dores de tiro na cabeça devido a aneurisma cerebral – Aneurisma cerebral (cérebro) provoca dores de tiro na cabeça de tiro dor de cabeça, que muitas vezes é pulsátil. O diagnóstico precoce pode prevenir a ruptura do aneurisma, resultando em sangramento e complicações potencialmente fatais.
    3. Tiroteio Dor no Peito e Abdômen Devido ao Aneurisma Torácico – O aneurisma torácico é dividido em 1 a 3 dependendo da localização do aneurisma na aorta torácica. Aneurisma quando provoca a dissecção da aorta, em seguida, o paciente sente dor aguda. Essa dor muitas vezes segue complicações potencialmente fatais, como ruptura da aorta e sangramento profuso.
  6. Cancros, causando, tiro, dor

    1. Câncer benigno – O câncer benigno aumenta de tamanho e, eventualmente, causa pressão sobre os órgãos adjacentes. A pressão sobre o nervo circunvizinho e o plexo nervoso causa uma dor aguda, principalmente distribuída ao longo do nervo, que é afetada pela pressão.
    2. Câncer Maligno – O câncer maligno penetra nos órgãos circunvizinhos e muitas vezes causa a ruptura dos vasos sanguíneos resultando em dor aguda. Da mesma forma, a disseminação local do câncer invade o nervo circundante e o plexo nervoso, resultando em dor intensa.
    3. Câncer Maligno Metastático – O câncer metastático se espalha através de ossos distantes e tecidos moles. Espalhar sobre as vértebras causa pressão sobre a medula espinhal e dor na perna.
  7. Fraturas Causando Dor no Peito, Braços e Pernas

    1. Tiroteio Dor na parede torácica – Dor na parede torácica é frequentemente associada com costela fraturada. A costela fraturada pode estar associada a pneumotórax ou a ar comprimido no pulmão lateral da parede torácica.
    2. Tiro dor nos braços e pernas – tiro dor nos braços e pernas é causada por fratura de um dos ossos das extremidades. A fratura é causada por lesão esportiva, queda doméstica, acidente automobilístico ou lesão no trabalho.
  8. Luxação articular causando dor no tiro nas articulações

    1. Dor súbita e severa – Luxação causa dor súbita e intensa na articulação luxada, seguida de inchaço e deformidade nas articulações.
  9. Lesões Nervosas Causando Dor no Rosto, no Peito, Braços e Pernas

    1. Tiro Dor na Face Causa Neuralgia Postherpetic – As telhas ou herpes zoster é uma doença inflamatória viral afeta principalmente as células nervosas da medula espinhal. O herpes zoster causa uma grave dor no nervo, conhecida como neuralgia pós-herpética. A neuralgia pós-herpética é observada nos nervos trigêmeo, intercostal (nervo espinhal torácico), cervical e lombar. Dor neuralgia pós-herpética do trigêmeo é espalhada por um lado do rosto. Neuralgia intercostal é observada sobre a parede torácica sob as costelas. A nevralgia pós-herpética cervical e lombar é observada nos braços e nas pernas.
    2. Dor Radicular em Braços e Pernas – A hérnia de disco ou disco protuberante causa pressão sobre o nervo espinhal, resultando em dores ao longo do nervo, conhecidas como dor radicular. A maior parte da dor radicular resulta em dor aguda. A dor radicular cervical é observada ao longo do braço, a dor radicular torácica é espalhada ao longo da parede torácica sob as costelas e a dor radicular lombar se espalha ao longo dos nervos da perna.
Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment