Que vitamina pode ajudar a parar a perda muscular relacionada com a idade?

O corpo humano realiza a atividade de crescimento muscular desde o nascimento até a idade adulta. Com o tempo, a massa muscular esquelética do corpo aumenta em tamanho, qualidade e força à medida que crescemos. No entanto, com o avanço da idade, essa atividade se inverte e o corpo começa a perder gradualmente a massa muscular esquelética. Essa perda de massa muscular e função muscular relacionada à idade é denominada como Sarcopenia com o envelhecimento.

A perda muscular relacionada à idade é mais observada nas pessoas com idade acima de 30 anos e menos ativas fisicamente. Eles tendem a perder 2-5% da massa muscular em cada 10-12 anos com a idade. Não há dados específicos que sugiram o valor exato da massa muscular real perdida. Tais cenários tornam a população idosa mais propensa a fraturas e lesões. Isso afeta sua expectativa de vida e qualidade de vida também.

Não há razão conhecida para esse fenômeno; no entanto, a redução do número de células nervosas, a dificuldade em manter uma dieta rica em proteínas e vitaminas e a diminuição da capacidade de converter proteínas e aminoácidos em energia são algumas das principais razões que levam à perda de massa muscular no corpo. Infecções e inflamações de longa data, estilo de vida sedentário e estresse psicológico são algumas outras razões da perda de massa muscular relacionada à idade.

Os sinais e sintomas experimentados devido à perda muscular relacionada à idade incluem:

  • Fraqueza e fadiga
  • Perda de apetite e perda de peso
  • Resistência reduzida
  • Incapaz de fazer atividade física e reduzir a força
  • Incapacidade de realizar atividades rotineiras diárias
  • Encolhimento dos músculos
  • Freqüentemente ficando exausto em caminhadas curtas
  • Perda de equilíbrio devido à força muscular reduzida
  • Propenso a fraturas e lesões.

O que as vitaminas impedem a perda muscular relacionada à idade?

As vitaminas são os componentes essenciais da dieta humana e desempenham um papel importante na prevenção da perda muscular.

A vitamina D é um elemento muito poderoso que afeta os principais sistemas do corpo. Todas as células do corpo humano têm os receptores para a vitamina D. Ela desempenha um papel importante como um hormônio. A vitamina D é ativada na pele quando exposta à luz do sol; no entanto, também pode ser tomado externamente por suplementos dietéticos e vitamínicos.

A ingestão regular de vitamina D desempenha um papel importante nas funções neuromusculares. Reduz a perda muscular e melhora a força muscular, aumentando a taxa de síntese de proteínas, aumentando as fibras das células musculares. Reduz o risco de quedas e fraturas e otimiza a densidade óssea. A vitamina D pode ser obtida a partir de alimentos como peixe, salmão, atum ou como suplementação. A dosagem deve ser decidida com base nos seus níveis sanguíneos de vitamina D. Os níveis normais de vitamina D no sangue devem estar entre 50 – 80 ng / mL para permanecer saudável. Para atingir isso, é preciso consumir 2000 – 5000 UI de vitamina D por dia.

Outros nutrientes necessários para parar a perda muscular relacionada com a idade

Ácidos gordurosos de omega-3:

Consumo de frutos do mar reabastece o corpo humano com ácido graxo ômega 3. Isso ajuda a melhorar a massa muscular e a fraqueza muscular. Também ajuda a reduzir a inflamação de longa data.

Proteínas para parar a perda muscular relacionada à idade:

A ingestão de proteínas é a melhor maneira de prevenir a perda muscular. Teorias sugeriram que o aumento da ingestão de proteínas melhorou a perda muscular relacionada à idade em uma parte da população. Recomenda-se 30-35 gramas de ingestão diária de proteína. O principal aminoácido necessário é a Leucina, que ajuda no crescimento muscular e no seu funcionamento normal. Dieta rica em proteínas consiste principalmente de soja, carne, peixe, ovos etc.

Creatinina:

A creatinina é uma proteína produzida no fígado pelo corpo humano. Isso também ajuda a recuperar a força muscular perdida. A creatinina também pode ser consumida externamente pela dieta, como carne. Dose diária recomendada é de 5gm.

Conclusão

Dieta e nutrição desempenham um papel importante na prevenção e interrupção da perda muscular relacionada à idade e recuperar a força muscular. Juntamente com os suplementos alimentares acima mencionados, é importante realizar alguma atividade física e treinamento físico. O treinamento de resistência que envolve levantamento de peso, levantamento de peso, etc. é benéfico para prevenir a perda muscular. Esses treinamentos criam tensão nas células musculares que ativam os sinais de crescimento dentro das células, aumentando assim a força. O treinamento físico, como a ginástica aeróbica, combinado com outros exercícios regulares também é eficaz no caso de perda muscular relacionada à idade. Corridas regulares e ciclismo também aumentam a massa muscular, ajudando a recuperar a força do esqueleto.

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment