Quais são as habilidades cognitivas? Funções de habilidades cognitivas e maneiras de impulsionar habilidades cognitivas?

Habilidades cognitivas são as habilidades básicas que o cérebro usa. Habilidades cognitivas são a maneira pela qual uma pessoa entende o mundo e responde a ele. Refere-se às habilidades mentais que uma pessoa tem e usa quando acordado. Algumas das aplicações das habilidades cognitivas podem ser vistas em ler, pensar, aprender, lembrar, prestar atenção e raciocinar. Habilidades cognitivas ajudam no processamento de novas informações. Se as habilidades cognitivas de alguém são fracas, independentemente do tipo de informação recebida, torna-se difícil entender, reter e usar essa informação. As pessoas lutam para aprender por causa da fraqueza de uma ou mais habilidades cognitivas.

Normalmente, as habilidades cognitivas são as habilidades mentais que fazem parte de todas as atividades que os seres humanos realizam conscientemente.

Habilidades cognitivas e suas funções:

Abaixo são dadas diferentes habilidades cognitivas, suas funções e os problemas que você pode enfrentar caso a habilidade não seja forte:

Atenção

Essa é a capacidade de uma pessoa se concentrar em um objeto específico, pensamento ou ação de forma sustentada e gerenciar as demandas do ambiente.

Atenção sustentada: Esta habilidade cognitiva ajuda a manter o foco em uma tarefa por um longo tempo. Quando está fraco, a pessoa pula entre as tarefas e tem vários projetos inacabados.

Atenção seletiva: Esta habilidade cognitiva ajuda a pessoa a se concentrar e trabalhar em uma tarefa específica, mesmo que haja distrações. Quando essa habilidade cognitiva é fraca, a pessoa se distrai facilmente.

Atenção dividida: Esta habilidade cognitiva ajuda a pessoa a lembrar-se das informações enquanto realiza duas tarefas de cada vez. Quando essa habilidade cognitiva é fraca, a pessoa acha difícil fazer várias tarefas e comete erros com frequência.

Memória

A memória é uma habilidade cognitiva essencial, que equipa a pessoa para reter os aprendizados e as experiências, além de construir uma futura base de conhecimento.

Memória de Longo Prazo: A memória de longo prazo representa a capacidade do cérebro de recordar informações armazenadas no passado. Refere-se ao armazenamento ilimitado. Se essa habilidade cognitiva específica é fraca, o indivíduo teria dificuldade em lembrar nomes, não faria bons testes e esqueceria as coisas que costumava conhecer.

Memória de trabalho: Memória de trabalho refere-se ao armazenamento limitado. A memória de trabalho permite que uma pessoa se lembre da informação enquanto a usa. Quando essa habilidade cognitiva é fraca, a pessoa teria que ler as instruções várias vezes enquanto estava no meio dela e teria problemas seguindo várias direções ou várias etapas. Também fica difícil lembrar de todas as conversas de uma conversa.

Lógica e Raciocínio

Esta habilidade cognitiva permite que uma pessoa faça raciocínio, resolva problemas e forme idéias. Quando essa habilidade cognitiva é fraca, o indivíduo geralmente tem perguntas como “o que fazer a seguir?” ou frases como “Eu não entendi” e lutas com a matemática. Eles também se sentem presos e oprimidos.

Em processamento

A habilidade cognitiva usada aqui é percepção e envolve reconhecimento e interpretação. O processamento visual e espacial é a forma como o cérebro processa os estímulos visuais que chegam e compreende como os objetos se relacionam entre si e como eles percebem imagens e cenários visuais.

Processamento Auditivo: O processamento auditivo é uma habilidade cognitiva que ajuda a pessoa a analisar e mesclar, além de segmentar o som. Quando essa habilidade cognitiva é fraca, a pessoa tem dificuldade em aprender a ler, ler fluência ou compreensão.

Processamento Visual: Esta habilidade cognitiva ajuda no pensamento de imagens visuais. Se essa habilidade for fraca, a pessoa terá dificuldade em entender o que lê, ler mapas, seguir instruções e fazer problemas matemáticos baseados em palavras.

Velocidade de processamento: Esta habilidade cognitiva ajuda a pessoa a executar uma tarefa com precisão e rapidez. Quando essa habilidade cognitiva é fraca, a maioria das tarefas se torna difícil. O indivíduo leva muito tempo para concluir o trabalho escolar ou o trabalho. Eles também são os últimos em um grupo para completar alguma coisa.

Habilidades Motoras e Linguísticas

Outras habilidades são habilidades motoras e de linguagem. As habilidades motoras referem-se à capacidade de mobilizar o corpo e seus músculos e manipular objetos. As habilidades de linguagem referem-se à capacidade de traduzir o som em palavras. Isso ajuda na geração de uma saída verbal.

Funções executivas

Habilidades cognitivas também podem ser orientadas para um objetivo, como a capacidade de planejar e executá-lo. Flexibilidade é a capacidade do cérebro de mudar rapidamente para o modo mental adequado. A teoria da mente fornece algumas informações sobre o mundo interior de outras pessoas, seus planos e suas preferências. Outra habilidade cognitiva, a antecipação, ajuda a fazer previsões baseadas no reconhecimento de padrões. A solução de problemas ajuda a definir a maneira correta de resolver um problema, encontrar soluções e escolher a melhor solução. A tomada de decisão é a capacidade do cérebro de tomar decisões com a ajuda da resolução de problemas quando a informação é incompleta e também baseada em emoções.

A autorregulação emocional é uma habilidade cognitiva, que se refere à capacidade de um indivíduo em gerenciar as emoções para um bom desempenho. Sequenciamento é a capacidade de dividir uma ação do complexo para um nível gerenciável e priorizá-la na ordem correta. Inibição refere-se à capacidade de suportar qualquer distração, bem como um impulso interno. Com a ajuda do treinamento cognitivo adequado, é possível superar essas questões e tornar-se igualmente competitivo com o resto da sociedade. À medida que o homem envelhece, as habilidades cognitivas e as habilidades executivas não são usadas regularmente e começam a declinar. No entanto, por escolhas e práticas de estilo de vida, esse declínio cognitivo pode ser adiado. Alguns passos para manter o cérebro em forma e saudável incluem resolver quebra-cabeças de fitness cerebral, melhorando a concentração e a memória. Agora a questão é: como aumentar as habilidades cognitivas? Para conhecer as soluções, leia mais adiante.

Formas de aumentar as habilidades cognitivas

Abaixo estão algumas dicas para melhorar suas habilidades cognitivas:

Treine sua memória para impulsionar suas habilidades cognitivas

Para treinar a memória, peças chatas de informação são convertidas em algo interessante e criativo, formando uma imagem mental. Essa imagem mental está conectada a algo, para ajudar a lembrá-los. Deixar o cérebro ocioso é muito prejudicial e o cérebro tem que ser constantemente desafiado. Haverá uma melhora na habilidade cognitiva somente se você flexibilizar sua mente.

Medite para impulsionar suas habilidades cognitivas

A meditação ajuda no controle da mente. Ela ajuda em ser consciente de como lidar com situações e controlar seu comportamento. Tem um efeito sobre a vida profissional de uma pessoa, estresse vida e objetivos. Meditação pode ajudar a prevenir a deterioração do cérebro aumenta as habilidades cognitivas. É necessário meditar por um mínimo de 10 minutos por dia e cumpri-lo.

Não pule seu treino

O exercício é muito importante para o corpo e o cérebro. Ele protege o cérebro de perder funcionalidade com a idade, reduz o risco de ter demência, melhora a memória, melhora o humor e ajuda a pessoa a pensar melhor e claramente. O exercício físico é essencial para aumentar as habilidades cognitivas, pois também ajuda a estimular o crescimento mental, o que pode melhorar a saúde das células cerebrais. Durante o exercício, o sangue em seu corpo realmente começa a fluir e à medida que o suprimento de oxigênio aumenta, ajuda a lidar com os problemas mentais.

Leia para aumentar seu desempenho cognitivo

A leitura é uma ótima maneira de melhorar a capacidade mental. Com os laptops, a TV e o YouTube ganhando popularidade, a leitura está perdendo o controle. A leitura é uma ótima maneira de estimular o cérebro e estimular a imaginação e o pensamento crítico e ajuda o leitor a perceber o mundo de maneira diferente. Recomenda-se que uma pessoa leia durante 30 minutos antes de dormir. Caso você não goste de ler, experimente diferentes gêneros para encontrar o que você gosta. Uma vez que a leitura se torne um hábito, também se pode mudar para livros de auto-aperfeiçoamento.

Escolha a companhia certa para uma melhor função cognitiva

Diz-se que uma pessoa é a mistura de cinco pessoas com quem passa a maior parte do tempo. Envolvendo-se com pessoas encorajadoras e positivas, pois isso é essencial para que você também possa aprender alguns hábitos com elas. Estar em boa companhia é uma maneira de estar constantemente motivado e inspirado. Assim, para melhorar as habilidades cognitivas, envolva-se com pessoas inteligentes e conhecedoras.

Durma bem para uma melhor função cognitiva

Como a vida continua a ficar ocupada, o sono é geralmente comprometido. O sono é um fator crucial na manutenção de uma mente afiada e geralmente é negligenciado. Além de relaxar o corpo, o sono também ajuda a desligar o corpo temporariamente e rejuvenescer, consertar e recarregá-lo diariamente. O corpo se rompe rapidamente quando você não recebe 6-7 horas de sono todos os dias. A privação do sono também piora a memória e torna você mais suscetível ao estresse. Pessoas com privação de sono têm problemas com funções cognitivas, como atenção, memória, foco e capacidade de aprender coisas novas. O sono também é conhecido por melhorar a consolidação da memória.

Jogue Jogos e Resolva Puzzles para Impulsionar suas Habilidades Cognitivas

As funções cognitivas são mantidas melhor quando o cérebro está ativo com jogos. Alguns jogos comumente jogados são Scrabble e Monopoly, pois ajudam a aumentar a concentração. Escape Rooms também ajuda a melhorar as habilidades cognitivas, pois tem uma série de quebra-cabeças e pistas que precisam ser resolvidas para escapar da sala. Algumas outras dicas para o aprimoramento cognitivo incluem tratar depressão, participar de oficinas enquanto promovem aprendizado ativo, visitar museus, locais históricos e zoológicos, já que tudo isso melhora a aprendizagem visual, soluciona quebra-cabeças e aprende um novo hobby, pois todos têm impacto positivo no cérebro .

Mantenha o estresse longe de melhorar suas habilidades cognitivas

Não é possível estar completamente livre de estresse, mas é importante lidar com o estresse adequadamente. Quando o estresse se torna insuportável, é importante relaxar. Quando os níveis de estresse são muito altos, isso leva à disfunção cognitiva em algumas pessoas. Altos níveis de estresse também causam depressão e ansiedade, bem como afetam a capacidade de pensar com clareza e lembrar de coisas. Além do declínio cognitivo, as complicações físicas do estresse incluem sentir-se letárgico e fatigado. Para manter o estresse e a ansiedade à distância, relaxe com meditação, música e algumas respirações profundas.

Coma saudável para impulsionar suas habilidades cognitivas

A comida é um fator muito importante na manutenção de uma mente saudável e afiada. Comer alimentos saudáveis, especialmente verduras e frutas frescas, juntamente com mais água, é benéfico. Evite processados, bem como junk food. Alguns alimentos usados ​​para melhorar as habilidades cognitivas são fornecidos abaixo:

  • O salmão selvagem é muito bom para o cérebro, pois é rico em DHA (óleo ômega-3). Ajuda a melhorar a memória, reduz a inflamação e constrói células cerebrais mais rapidamente.
  • As nozes são carregadas com ácidos graxos de magnésio, cobre e ômega-3. Eles são essenciais para ter um cérebro saudável e feliz.
  • Folhas de couve são embaladas com um número de vitaminas, como A, C e K. Eles também têm potássio e ferro. Tudo isso ajuda a manter a mente afiada e saudável.
  • Abacates são preenchidos com gorduras saturadas e insaturadas saudáveis ​​que são essenciais para um corpo saudável. Diferentes estudos mostram que a dieta pobre em gordura complementada por carboidratos elevados aumenta o risco de demência em cerca de 89%.
  • De acordo com diferentes estudos, tomar chá verde ajuda a melhorar o desempenho cognitivo.
  • Bagas diferentes, como mirtilos e mirtilos, são ricas em antocianina, um antioxidante que melhora o desempenho cognitivo e de memória.
  • Sardinhas e laticínios crus têm vitamina D, que é necessária para operar o cérebro de forma otimizada. Quando o corpo não recebe vitamina D suficiente, as habilidades cognitivas diminuem.

Certifique-se de que seu corpo não é intolerante a laticínios antes de tê-los.

Apenas lembre-se, seu cérebro é a força motriz do seu corpo. Quando o cérebro não está totalmente funcional, o corpo responde lentamente e o crescimento desacelera. A melhor maneira de cuidar do seu cérebro é cuidar dele naturalmente. No entanto, ele precisa ser treinado adequadamente. Quando o cérebro é colocado em teste, é possível desbloquear um grande potencial.

Leia também:

Especialista em Dor at | 425-968-1599 | [email protected]

Eu sou o Dr. Ruby Crowder e sou especialista em medicina pulmonar e cuidados intensivos. Eu me formei na Universidade da Califórnia, em San Francisco. Eu trabalho no Hospital Geral de São Francisco e Centro de Trauma de Zuckerberg. Eu também sou professor associado de medicina na Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Eu pesquisei a epidemiologia e o manejo da tuberculose em países de alta incidência e publiquei muitos remédios e artigos relacionados à saúde sobre o Exenin e em outras revistas médicas.

Finalmente, gosto de viajar, mergulhar e andar de mochila.

Leave a Comment